Rio no combate à violência contra mulher

Por

O Estado do Rio vai reformar os equipamentos de enfrentamento à violência contra a mulher, para melhorar o acolhimento às vítimas de agressões. Fizemos um levantamento de todos os equipamentos e vamos alocar recursos humanos, conforme a necessidade de cada espaço", disse a secretária em exercício de Direitos Humanos do estado, Fernanda Titonel.

O primeiro a receber reparos será o Centro Integrado de Atendimento à Mulher, no Rio. A sede da Subsecretaria de Estado de Políticas para as Mulheres, que funciona junto ao Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, no Centro, também será reformada e ganhará reforço na equipe.

Em audiência na Alerj, a superintendente estadual de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, Patrícia Xavier, informou, ainda, a intenção de mudar a sede do Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Queimados, na Baixada, para um espaço maior.

No mês passado também foi retomada a agenda do Ônibus Lilás, que leva atendimento itinerante a mulheres em situação de violência. No dia 28, o ônibus estará em Seropédica e, no dia seguinte, em Vassouras.

Comentários