Alerj aprova tombamento da Cobal do Humaitá

Projeto será encaminhado para Witzel, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar

Por O Dia

Alerj aprovou em discussão única, nesta quarta-feira (27), o projeto lei 1.305/2019
Alerj aprovou em discussão única, nesta quarta-feira (27), o projeto lei 1.305/2019 -
 Rio - A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, nesta quarta, o projeto lei 1.305/2019, que reconhece o valor histórico-cultural e prevê o tombamento da Cobal do Humaitá, no bairro do Humaitá, Zona Sul do Rio. O texto foi escrito pelos deputados Eliomar Coelho (Psol), André Ceciliano (PT) e Luiz Paulo (PSDB), e será encaminhado para o governador Wilson Witzel, que terá até 15 dias úteis para sancionar ou vetar o projeto.
O deputado Eliomar Coelho destacou que a Cobal é um dos principais locais de convívio social na região. "Muitas famílias vivem de suas lojas, que há anos movimentam a economia do bairro e seu entorno, gerando emprego e renda, uma vez que oferece diversas opções de lazer, gastronômicas, culturais", afirmou o parlamentar.
"A Cobal do Humaitá é um local de múltiplas referências. É um respiradouro para a área do Humaitá e parte de Botafogo, estando inserida na cultura da comunidade local. É, inclusive, uma referência carnavalesca, já que existem até blocos na Cobal", complementou o deputado Luiz Paulo.

Comentários