Chacina em São Pedro da Aldeia deixa cinco mortos e um ferido

Mortes teriam acontecido em decorrência de uma guerra entre facções rivais do tráfico na região

Por O Dia

Rio - Uma chacina deixou cinco mortos e um ferido, na madrugada deste sábado, na Travessa Eugênio de Moraes, no loteamento Gelson Pinheiro, no bairro Rua de Fogo, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. Segundo relatos, as vítimas estavam em um bar e o crime teria acontecido em decorrência de uma guerra entre facções rivais do tráfico na região. No entanto, a polícia não confirma a informação.
Segundo a Polícia Militar, o 25º BPM (Cabo Frio) foi acionado para uma ocorrência na região. No local, os militares encontraram cinco corpos com marcas de disparo de fogo e uma sexta vítima ferida. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto Socorro Municipal e, até o momento, não há informações sobre seu estado de saúde.
Nas redes sociais, moradores comentaram a madrugada de terror. "A Região dos Lagos sendo abandonada pela segurança pública. Lamentável. Uma tragédia horrível", disse uma internauta. "Morei na Rua do fogo no ano de 1999/2000, era calmo e agora virou isso aí, hoje tenho medo de andar por aí", comentou outra. "Infelizmente a Região dos Lagos acabou. Antigamente não existia essas coisas aí", disse uma terceira.
Em nota, a Polícia Civil informou que "a 125ª DP(São Pedro da Aldeia) instaurou inquérito para apurar a morte de cinco homens próximo ao campo do Casquinha, em São Pedro da Aldeia. Diligências estão sendo feitas, a perícia foi feita no local e a delegacia aguarda o laudo. A investigação está em andamento".
A delegacia ainda solicita que a população colabore com informações que auxiliem na elucidação do crime. O anonimato será garantido.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários