Uma parte do forro que cobre o teto da loja do Prezunic em Nilópolis se soltou durante as fortes chuvas dessa segunda-feira. Não houve feridos - Reprodução
Uma parte do forro que cobre o teto da loja do Prezunic em Nilópolis se soltou durante as fortes chuvas dessa segunda-feira. Não houve feridosReprodução
Por O Dia
Rio - A cidade do Rio entrou em estágio de atenção às 14h35 desta segunda-feira, que teve ocorrência de pancadas de chuva forte, principalmente na Zona Norte, Centro e em Jacarepaguá. A cidade tem ruas alagadas em diversos pontos, além de queda de árvores.
O fornecimento de energia foi interrompido em trechos de São Cristóvão e da Ilha do Governador, na capital, e em alguns pontos de Niterói, Maricá e São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Em Nilópolis, Região Metropolitana do Rio, a chuva invadiu um supermercado, que teve parte do teto derrubado pela água. 
Publicidade
A chuva se deslocou de forma rápida pela cidade, atingindo principalmente as zonas Norte e Oeste da cidade. A cidade segue em estágio de atenção, o segundo de uma escala de cinco níveis, devido às ocorrências em andamento na cidade. Às 15h50 o sistema Alerta Rio informou que os núcleos de chuva moderada a forte que atuavam sobre a cidade se deslocaram para o oceano.
Agentes da Comlurb e da Seconserva atuam nas principais ocorrências relacionadas às chuvas na cidade - Reprodução/ Centro de Operações Rio
Publicidade
No momento, há núcleos de chuva fraca em pontos isolados da cidade, que também perdem intensidade. Um núcleo de chuva atua sobre a Zona Norte da cidade e poderá ocasionar chuva fraca isolada na próxima hora, informou a Prefeitura às 16h50.
A Light informa que houve interrupção no abastecimento de energia em trechos de ruas de São Cristóvão e da Ilha do Governador. Técnicos já estão atuando para restabelecer o fornecimento, segundo a companhia.
Publicidade
A Enel Distribuição Rio informa que as fortes chuvas, com raios e vento, que atingiram a região metropolitana do Rio na tarde de hoje também afetaram o fornecimento de energia em alguns pontos de Niterói, Maricá e São Gonçalo. A companhia esclarece que técnicos estão nas ruas trabalhando para restabelecer o fornecimento o mais rapidamente possível.
Os maiores registros de pancadas de chuva muito forte nesta tarde foram:

Em 15 minutos: 
Publicidade
Jacarepaguá/Tanque - 23,2 mm (14h45)
Ilha do Governador - 20,2 mm (14h45)
Bangu - 17 mm (14h30)
Grande Méier - 15,6mm (15h15)
São Cristóvão - 15,2mm (14h45)
Irajá - 15 mm (14h30)
Tijuca - 14 mm (14h45)

Em 1 hora:
Jacarepaguá/Tanque - 34,2mm (15h)
São Cristóvão - 30,0 mm (15h15)
Jacarepaguá/Cidade de Deus - 28,6mm (15h)
Ilha do Governador - 26,4mm (15h15)
Grande Méier - 23,4mm (15h15)
Tijuca - 23,0mm (15h15)
Laranjeiras - 21,4mm (15h15)
Publicidade
No Complexo do Alemão as sirenes de alertas foram acionadas. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.
Chuva derruba parte de teto de supermercado

Uma parte do forro que cobre o teto da loja do Prezunic em Nilópolis se soltou durante as fortes chuvas dessa segunda-feira. Não houve feridos. A equipe de manutenção foi acionada imediatamente e iniciou os reparos da área afetada, após atestar a segurança da estrutura. Essa foi a única ocorrência desse tipo registrada na unidade, que permanece funcionando normalmente e sem problemas.
Publicidade
Bolsões d'água
Houve registro de bolsões d'água em 38 pontos, além de quatro quedas de árvores. Os principais pontos de alagamento estão na Avenida Brasil, nos trechos de Benfica, Trevo das Margaridas, Irajá e Ramos;
Publicidade
Na Rua Bela e no Campo de São Cristóvão, em São Cristóvão; Na Av. Ayrton Senna, altura do Uptown, na Rua do Catete, também houve bolsões, mas as vias já estão liberadas.


Previsão do tempo
Ainda há previsão de chuva moderada a forte durante a noite desta segunda-feira e ao longo desta terça-feira.
Publicidade
Transporte
No centro da cidade, o acúmulo de água afeta a circulação do veículo leve sobre trilhos (VLT), que chegou a ter suas três linhas paralisadas por volta das 15h. Vinte minutos depois, as linhas 1 e 3 voltaram a circular com intervalos irregulares, e a Linha 2 continuou paralisada.

Os trens da Supervia também foram afetados pela chuva, que prejudicou o sistema de sinalização no trecho entre as estações Gramacho e Central do Brasil. Os intervalos no ramal estão irregulares, segundo a concessionária.

O Aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade, chegou a ficar fechado entre as 14h41 e as 15h01 e, desde então, está operando com ajuda de instrumentos. Um voo teve que esperar que o tempo melhorasse para poder decolar e dois aguardaram no ar para poder pousar.

No Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, também foi necessário operar por instrumentos durante uma hora. Desde as 16h, no entanto, o aeroporto já opera no visual. Por causa da chuva, dois voos que pousariam no Santos Dumont foram deslocados para o Tom Jobim, informou a concessionária RioGaleão.