Witzel realizou videoconferência com o prefeito de Angra e vereadores - Almir Lima/Parceiro/Agência O Dia
Witzel realizou videoconferência com o prefeito de Angra e vereadoresAlmir Lima/Parceiro/Agência O Dia
Por O Dia
Rio - Às vésperas do Natal, o governo do estado anunciou, na tarde desta segunda-feira, a criação de três Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas comunidades do Frade, Camorim Grande e Belém, em Angra dos Reis. Conforme O DIA divulgou no sábado, o efetivo dessas unidades será composto por policiais militares que serão remanejados de unidades da capital. Agentes que já morem no interior terão prioridade nesse deslocamento de unidade.

As novas medidas foram apresentadas em reunião realizada no Centro de Estudos Ambientais, em Angra dos Reis, da qual o Governador Wilson Witzel participou por videoconferência. A região ganhará, até o final deste ano, um reforço de 120 policiais militares que serão incorporados ao efetivo do 33º BPM (Angra). Até a conclusão das obras de construção das três UPPs, a Polícia Militar manterá um reforço no policiamento do município, cujos moradores sofrem há anos com a guerra travada entre facções criminosas rivais que disputam domínio territorial.

Na entrevista coletiva, participaram o Prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, vereadores da cidade, secretários municipais, representantes da Polícia Rodoviária Federal e os secretários estaduais representantes de Polícia Militar, de Polícia Civil, de Emprego e Renda, e de Assistência Social.

"Sob a liderança do Governador Witzel e atuando em parceria com outros atores do Poder Público e da iniciativa privada, vamos restabelecer a paz nessa região", disse o Secretário de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, Comandante Geral Rogério Figueredo de Lacerda após a reunião no Centro de Estudos Ambientais.

Além da instalação das novas UPPs, outras duas medidas para melhorar a segurança local foram anunciadas: o início do estudo para a transferência do 33º BPM para o Centro de Angra, ficando uma Companhia Destacada onde hoje está instalado o quartel de Mambucaba; e a implantação do Sistema de Ocorrência Virtual (SOVi), destinado a agilizar os registros de delitos de baixo potencial ofensivo através da integração do trabalho do 33º BPM com a 166ª DP (Angra), experiência bem-sucedida realizada durante este ano na Ilha do Governador.