Rio se prepara para megacarnaval

Cidade deve receber 7 milhões de foliões. Riotur prepara esquema para não superlotar áreas da cidade com blocos de rua e garante entrega do Sambódromo

Por

Chegou a hora de separar as fantasias. A Prefeitura do Rio detalhou, ontem, o esquema do Carnaval 2020, que deve reunir mais de 7 milhões de pessoas em 50 dias de folia, sendo 1,9 milhão só de turistas. O aumento é de 200 mil visitantes em relação a 2019. Com relação a blocos de rua, a Riotur informou que foram feitos, ao todo, 85 pedidos para novos blocos, dos quais apenas 21 foram aceitos. Desse total, 10 já receberam aval de PM e Bombeiros, e 11 ainda estão em análise.

O rigor para acatar pedidos de blocos, segundo o órgão, tem o objetivo de equilibrar a programação da folia pelas ruas da cidade. Outra estratégia do município é redistribuir o número de desfiles. Ao todo, este ano, foram solicitados 543 desfiles, ainda em processo de análise. Apesar de esse número ser maior do que no ano passado, quando cerca de 509 ocorreram (não há levantamento exato), a Riotur estima que a Zona Norte deverá ter o maior aumento de desfiles, reduzindo a movimentação na Zona Sul.

Já o número de megablocos, que desfilam com até 1 milhão de foliões, aumentou para oito, com a inclusão do 'Carnaval Square', da cantora Claudia Leitte. Esses blocos vão desfilar apenas na Av. Presidente Antônio Carlos, no Centro (não haverá desfiles no domingo e na segunda-feira de Carnaval).

Agito na economia

Com o incremento de foliões, a expectativa da Riotur é ultrapassar R$ 4 bilhões de movimentação financeira. O pontapé da festa será nesse domingo, em Copacabana, com a apresentação do Bloco da Favorita, liberado ontem pela PM.

A ocupação hoteleira, hoje, já está em 70%, o melhor número em quatro anos, e deve chegar a 100% até o Carnaval, segundo a Riotur. "Turistas estão antecipando a viagem. A ideia é emendar o Réveillon com o Carnaval", afirmou o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários