Riotur: obra do Sambódromo no prazo

Por

O presidente da Riotur, Marcelo Alves, destacou não haver risco de atraso nas obras no Sambódromo. Segundo ele, a instalação de recursos contra incêndio e pânico já foi 70% concluída, com a colocação de 967 luzes de emergência e 423 extintores.

A recuperação estrutural da Passarela do Samba está 60% pronta, e a iluminação e parte elétrica, 40%. A colocação de degraus nas arquibancadas, uma exigência do Ministério Público desde 2005, foi 85% concluída.

O investimento do município para o Carnaval é de cerca de R$ 100 milhões, sendo R$ 16 milhões com a operação no Sambódromo durante a folia. "A prefeitura é a maior investidora do Carnaval. Eu espero maior apoio, seja do estado ou do governo federal. Tentar patrocínio, todo mundo tenta, quero que efetive", alfinetou Alves, em relação às promessas do governador Wilson Witzel de viabilizar R$ 40 milhões para a festa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários