Corpo de costureira morta ao pular de ônibus em movimento é enterrado na Zona Norte

Tânia da Conceição Mota morreu após pular de um ônibus em movimento durante um assalto. Ela bateu a cabeça no meio-fio e sofreu traumatismo craniano

Por O Dia

Cerca de 100 pessoas acompanharam o sepultamento da costureira Tânia da Conceição Mota, em Inhaúma
Cerca de 100 pessoas acompanharam o sepultamento da costureira Tânia da Conceição Mota, em Inhaúma -
Rio - O corpo da costureira Tânia da Conceição Mota, de 62 anos, foi enterrado neste domingo no Cemitério de Inhaúma, na Zona Norte. Ela morreu após pular de um ônibus em movimento durante um assalto na noite da última sexta-feira. A mulher bateu a cabeça no meio-fio e sofreu traumatismo craniano. O caso ocorreu em Pilares, próximo ao Morro do Urubu.
Tânia era moradora do Jacarezinho, na Zona Norte, e trabalhava na Cidade do Samba como costureira da escola de samba Unidos da Tijuca. Ela costumava usar o trem no deslocamento para o trabalho, mas na sexta-feira decidiu pegar um ônibus da linha 298 (Acari x Castelo) para fazer compras no Mercadão de Madureira.
Vítima era costureira da Unidos da Tijuca - Reprodução / Facebook
"Ela era minha mãe do coração. Hoje eu ia estar com ela, era todo domingo para almoçar, ela fazia minha marmitinha para eu almoçar na segunda-feira", disse uma amiga à GloboNews. "Estamos sem palavras, é uma dor muito grande, ela era um pessoa muito alegria e festiva. Vocês não têm noção do vazio que ela vai nos deixar", completou outra.
A Polícia Civil analisa imagens do circuito interno do coletivo para tentar identificar os assaltantes. Além disso, a polícia também investiga se as vítimas foram obrigadas pelos bandidos a pularem do ônibus em movimento, ou se fizeram isso tentando fugir.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Cerca de 100 pessoas acompanharam o sepultamento da costureira Tânia da Conceição Mota, em Inhaúma Reprodução de TV
Familiares e amigos se despedem da costureira Tânia da Conceição Mota, de 62 anos, no Cemitério de Inhaúma. Tãnia morreu ao saltar de um ônibus em movimento, em Pilares, durante um assalto ao veículo Reprodução
Familiares e amigos se despedem da costureira Tânia da Conceição Mota, de 62 anos, no Cemitério de Inhaúma. Tãnia morreu ao saltar de um ônibus em movimento, em Pilares, durante um assalto ao veículo Reprodução
Vítima era costureira da Unidos da Tijuca Reprodução / Facebook

Comentários