Acidente de trânsito com PM termina com motorista de van baleado

Caso foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz) e a corporação vai apurar as circunstâncias do fato

Por O Dia

Rua Felipe Cardoso, Santa Cruz
Rua Felipe Cardoso, Santa Cruz -
Rio - Um acidente de trânsito envolvendo um policial militar, um motorista e um cobrador de van terminou com um deles baleado, na manhã desta quarta-feira, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. O militar trafegava pela Rua Felipe Cardoso quando colidiu com o veículo de transporte irregular, dando início a confusão. De acordo com o militar, em uma tentativa de defesa, ele atirou na perna do motorista Carlos Magno Barbosa. A vítima foi socorrida para o Hospital Pedro II e tem quadro de saúde estável. Uma testemunha do acidente, no entanto, contestou a versão do PM e relatou truculência.
Segundo uma moradora da região, que não quis se identificar, a confusão aconteceu no momento em que a van foi fechada por um ônibus e, para desviar de um buraco na via, colidiu com o motociclista. "O ônibus fechou a van para sair de um buraco, a van também desviou e o motociclista veio xingando. Ele tirou o capacete e quebrou o retrovisor da van. Durante a discussão, ele sacou a arma – nesse momento se desequilibrou e caiu com a moto – e foi aí que o Magno freou. Ele já levantou agredindo o motorista, dando socos na cabeça dele, depois abriu a porta e puxou o motorista pra fora da van". 
"O PM apontou a arma pra ele (Magno) e seguiu falando 'quer ver eu te matar?'. Nisso, o cobrador entrou na frente tentando parar a briga, abaixando a mão do policial e pedindo conversa. Logo em seguida, ele tentou dar um soco no Magno e já efetuou o disparo na coxa dele", completou.
Em nota, a PM informou que "policiais militares do 27º BPM (Santa Cruz) foram acionados para ocorrência onde havia uma pessoa ferida por disparo de arma de fogo. No local, um policial militar se identificou para a equipe e relatou que conduzia sua motocicleta pela via quando sofreu uma colisão provocado por um veículo de transporte alternativo. De acordo com o militar, o motorista e o cobrador do automóvel tentaram agredi-lo, sendo necessário efetuar um disparo na perna de um dos agressores".
A corporação informou ainda que abriu um procedimento apuratório para averiguar as circunstâncias do fato. O caso foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários