Alex Sandro Ferreira Luzia  cometeu o último crime da quadrilha na terça-feira - Divulgação / Polícia Civil
Alex Sandro Ferreira Luzia cometeu o último crime da quadrilha na terça-feiraDivulgação / Polícia Civil
Por Thuany Dossares
Rio - Quatro dos mais de 80 presos na Operação Espoliador II, que o Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB) faz nesta quinta-feira, são integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a casas lotéricas na região. Dentre eles estão o líder do bando, Alex Sandro Ferreira Luzia. Ele e os três foram capturados por agentes da 51ª DP (Paracambi).
"Ele era responsável por abordar os funcionários das lotéricas, recolher o dinheiro e estava sempre armado", contou o delegado Fabio Asty, titular da distrital, afirmando que o último roubo praticado pelo bando foi na terça-feira; confira!
Publicidade
Além das prisões, os agentes também apreenderam os veículos usados pelo grupo no roubo de terça, que aconteceu em uma lotérica de Paracambi. O valor levado pela quadrilha, R$ 2.470, também foi recuperado.
Publicidade
De acordo com o delegado, após Alex Sandro roubar o estabelecimento, ele fugia na garupa de uma moto, que era pilotada por Maicon dos Santos de Souza. Os outros dois integrantes da quadrilha presos são Marcos Prudencio Pereira e Mateus Jose de Souza. Segundo a 51ª DP, a dupla fazia a "contenção" e ajudava a despistar o crime.

Nos últimos cinco meses, a quadrilha cometeu, pelo menos, quatro assaltos à lotéricas em São João de Meriti, Nilópolis e Paracambi.
"As agências eram escolhidas pelos criminosos de acordo com a vulnerabilidade de funcionários e a falta de policiamento nos arredores", finaliza Asty.