Secretaria de Fazenda da Prefeitura do Rio tem adotado novas medidas diante da pandemia do novo coronavírus - Divulgação
Secretaria de Fazenda da Prefeitura do Rio tem adotado novas medidas diante da pandemia do novo coronavírusDivulgação
Por O Dia
Rio - A prefeitura do Rio publicou, no Diário Oficial desta segunda-feira, um decreto em que determina que órgãos e entidades do município adotem o sistema de home office para servidores, principalmente para aqueles que estão em grupos de risco de transmissão do coronavírus, tenham voltado do exterior ou que tenham tido contato com pessoas suspeitas de terem o Covid-19
Segundo o decreto, estão em prioridade para realizar o serviço de casa os seguintes servidores: que tenham contato ou convívio direto com caso suspeito ou confirmado de contaminação pelo Covid-19; integrem o grupo de maior risco de contaminação pelo vírus; que tenham vindo, nos últimos quinze dias, de viagens ao exterior. 
Publicidade
Os gestores têm até 24 horas para enviarem à Secretaria da Casa Civil a relação de servidores que possam trabalhar em sistema de home office. Também foram suspensas, pelo prazo de 15 dias, atividades presenciais de capacitação, treinamento e demais eventos realizados pelos órgãos e entidades da Prefeitura, para evitar a aglomeração de pessoas. 
Publicidade
Estado também adota trabalho remoto 
O governo do estado também publicou um decreto adotando o trabalho remoto para os servidores estaduais. Os funcionários vão trabalhar divididos em grupos, com um trabalhando em home office entre 16 e 23 de março, e outro de 23 a 28 de março.
Publicidade
O decreto prioriza servidores que tenham doenças cardiovasculares e pulmonares, doenças oncológicas e transplantados.