Central de Abastecimento do Estado do RJ mantém abastecimento e adota medidas de prevenção

Medidas foram implementadas com objetivo de prevenção ao coronavírus. Houve campanha de conscientização para aumento de higiene e distribuição de material informativo disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde

Por O Dia

Abastecimento no Ceasa na manhã desta terça-feira
Abastecimento no Ceasa na manhã desta terça-feira -
Rio - A Central de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (Ceasa), em Irajá, na Zona Norte do Rio, adotou medidas mais rigorosas de proteção contra o novo coronavírus. Também foi informado que o local não será fechado e o abastecimento de alimentos para o estado não será interrompido.
Segundo a Ceasa, houve uma campanha de conscientização para o aumento da higiene, além de implementação de novas medidas incluindo a instalação de seis tanques com água e sabão. 

• Limpeza mais frequente dos locais de uso de produtores, compradores e funcionários;

• Disponibilização de sabonete líquido em todos os banheiros públicos;

• Campanha para que as pessoas fiquem o menor tempo possível na Ceasa;

• Pessoas não ligadas à cadeia de comercialização devem evitar vir à Ceasa;

• Conscientização de todos os permissionários e prestadores de serviço com relação às medidas de prevenção da doença;

• Orientação para que permissionários e prestadores de serviço disponibilizem álcool em gel e sabonete líquido em todos os boxes e banheiros das lojas;

• Distribuição de material informativo disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde;

A Central também reforçou a disponibilidade de equipamentos de proteção individual para funcionários e prestadores de serviço responsáveis pela limpeza dos banheiros.  A fiscalização também aumentou e todos os boxes e empresas prestadoras de serviço devem ofertar álcool em gel e sabonete líquido para os colaboradores.
Para os funcionários fora do grupo de risco, a Central fez uma divisão em dois grupos que revezam entre home office e trabalho presencial. Já os funcionários administrados em grupo de risco foram dispensados e estão trabalhando de casa.

Comentários