Campanha na internet leva afeto aos idosos isolados

Fundação Leão XIII já recebeu mais de 250 mensagens de carinho para os seus acolhidos

Por Maria Clara Matturo*

Dona Leny, de 80 anos, mora no abrigo de Campo Grande e adora música clássica
Dona Leny, de 80 anos, mora no abrigo de Campo Grande e adora música clássica -
Diante do clima de pandemia, ações de solidariedade devolvem a esperança. A Fundação Leão XIII, lançou a campanha "Circulando afeto: fique em case, espalhe amor", que incentiva o envio de mensagens carinhosas para ajudar os idosos a se sentirem menos sozinhos, durante o isolamento social. Ao todo, a fundação acolhe 159 pessoas em três abrigos, e já recebeu mais de 250 recados em mensagens, comentários e vídeos.

A primeira personalidade da campanha foi Leny de barros, de 80 anos, que adora uma boa música clássica. Como forma de carinho, ela pode ouvir: "Dona Leny,
Em tempos de isolamento, a música é um acalento na alma... Sinta-se abraçada por mim e por minha família! Que em breve, as mais lindas melodias sejam as anunciadoras de um mundo melhor para todos nós, um grande beijo".

Neste sábado, quem recebe as mensagens de afeto é a dona Glorinha, de 84 anos, que mesmo está enfrentando um câncer de mama. "Dona Glorinha! Como a senhora é fofa. Continue mantendo sua ternura, viu? Vai dar tudo certo... Se cuida aí direitinho e tenha fé, sempre! Que Deus a proteja, assim como a todos os seus familiares e amigos", foi a mensagem que dona Glorinha recebeu pela manhã.

A presidente da Fundação Leão XIII, Andrea Baptista, reforçou a importância da campanha: "conforme o protocolo recomendado pelas autoridades de saúde, eles não podem receber visitas. Por isso é tão importante saberem que não estão sozinhos".

Para participar dessa mobilização, basta acessar as páginas da fundação, no Facebook: @FundacaoLeaoXIIIOficial e no Instagram: @fundacaoleao13oficial, conhecer quem precisa de carinho e deixar a sua mensagem.
*Estagiária sob supervisão de Waleska Borges

Comentários

splay: table } .slick-track:after { clear: both } .slick-loading .slick-track { visibility: hidden } .slick-slide { float: left; height: 100%; min-height: 1px; display: none } [dir=rtl] .slick-slide { float: right } .slick-slide img { display: block } .slick-slide.slick-loading img { display: none } .slick-slide.dragging img { pointer-events: none } .slick-initialized .slick-slide { display: block } .slick-loading .slick-slide { visibility: hidden } .slick-vertical .slick-slide { display: block; height: auto; border: 1px solid transparent } .slick-arrow.slick-hidden { display: none }
Mais Lidas

Campanha na internet leva afeto aos idosos isolados

Fundação Leão XIII já recebeu mais de 250 mensagens de carinho para os seus acolhidos

Por Maria Clara Matturo*

Dona Leny, de 80 anos, mora no abrigo de Campo Grande e adora música clássica
Dona Leny, de 80 anos, mora no abrigo de Campo Grande e adora música clássica -
Diante do clima de pandemia, ações de solidariedade devolvem a esperança. A Fundação Leão XIII, lançou a campanha "Circulando afeto: fique em case, espalhe amor", que incentiva o envio de mensagens carinhosas para ajudar os idosos a se sentirem menos sozinhos, durante o isolamento social. Ao todo, a fundação acolhe 159 pessoas em três abrigos, e já recebeu mais de 250 recados em mensagens, comentários e vídeos.

A primeira personalidade da campanha foi Leny de barros, de 80 anos, que adora uma boa música clássica. Como forma de carinho, ela pode ouvir: "Dona Leny,
Em tempos de isolamento, a música é um acalento na alma... Sinta-se abraçada por mim e por minha família! Que em breve, as mais lindas melodias sejam as anunciadoras de um mundo melhor para todos nós, um grande beijo".

Neste sábado, quem recebe as mensagens de afeto é a dona Glorinha, de 84 anos, que mesmo está enfrentando um câncer de mama. "Dona Glorinha! Como a senhora é fofa. Continue mantendo sua ternura, viu? Vai dar tudo certo... Se cuida aí direitinho e tenha fé, sempre! Que Deus a proteja, assim como a todos os seus familiares e amigos", foi a mensagem que dona Glorinha recebeu pela manhã.

A presidente da Fundação Leão XIII, Andrea Baptista, reforçou a importância da campanha: "conforme o protocolo recomendado pelas autoridades de saúde, eles não podem receber visitas. Por isso é tão importante saberem que não estão sozinhos".

Para participar dessa mobilização, basta acessar as páginas da fundação, no Facebook: @FundacaoLeaoXIIIOficial e no Instagram: @fundacaoleao13oficial, conhecer quem precisa de carinho e deixar a sua mensagem.
*Estagiária sob supervisão de Waleska Borges

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro