Ação da prefeitura contra comércio não essencial - Divulgação
Ação da prefeitura contra comércio não essencialDivulgação
Por O Dia
Rio - A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), fechou dois estabelecimentos e orientou um terceiro, nesta segunda-feira, durante uma ação contra o comércio não essencial e dispersão de aglomerações por causa do novo coronavírus na cidade. Segundo a prefeitura, um bazar e uma loja de descartáveis foram fechados, e um hortifrúti foi orientado a adotar medidas para impedir a aglomeração de pessoas. 
Até o momento, a Seop registrou o fechamento de 2.583 estabelecimentos dos 3.339 fiscalizados em 57 ações. A suspensão do comércio é por tempo indeterminado. Entre as exceções estão supermercados e hortifrútis; padarias (sem consumo no local); e pet shops. Os agentes também orientam quanto aos novos horários para funcionamento do comércio essencial. 
Publicidade
A força-tarefa desta segunda-feira contou com efetivos da Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop; da Guarda Municipal; da Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, vinculada à Secretaria Municipal de Fazenda; e da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, que integra a Secretaria Municipal de Saúde.
Disk Aglomeração acumula 1,9 mil chamados atendidos: uma média de 150/dia
Publicidade
Já o Disk Aglomeração realizou 1.958 atendimentos em 13 dias de funcionamento, uma média de 150 por dia. Os bairros mais demandados são: Campo Grande, Centro, Bangu, Realengo, Tijuca, Santa Cruz, Barra da Tijuca, Copacabana, Taquara e Recreio dos Bandeirantes.
Coordenado pela Seop, o serviço funciona com base em chamados para a Central 1746 e, na última semana, ganhou um reforço tecnológico: o uso de sinais de celulares para detectar pontos de aglomeração, a partir de uma parceria com a operadora de telefonia TIM e o Centro de Operações Rio (COR).
Publicidade
Guarda Municipal usa viaturas adaptadas com caixas de som para alertar população
Vinculada à Seop, a Guarda Municipal adotou mais uma medida para conscientizar a população e evitar o contágio pelo novo coronavírus. Além do uso de megafones em diversos pontos da cidade, cinco carros foram adaptados com caixas de som acopladas para alertaras pessoas sobre a higienização das mãos e a necessidade de evitar aglomerações nesse período de afastamento social.
Publicidade
Os veículos estão circulando por bairros do Centro e das zonas Norte, Sul e Oeste. A mensagem lembra ainda da necessidade de manter a distância segura de 1,5 metro a 2 metros entre as pessoas.