Wilson Witzel revelou que haverá um protocolo específico para que espaços funcionem sem risco - Reprodução do Instagram
Wilson Witzel revelou que haverá um protocolo específico para que espaços funcionem sem riscoReprodução do Instagram
Por O Dia
Rio - O governador do estado do Rio, Wilson Witzel, publicou um vídeo em sua conta oficial no Instagram, nesta quinta-feira, sobre os cuidados que precisou adotar ao testar positivo para o novo coronavírus. Witzel explica que realizou uma tomografia após ser diagnosticado e que os pulmões não foram tão atingidos, mas que os sintomas como febre e tosse persistem. 
"O contágio foi pequeno, mas mesmo assim eu tenho tido muita febre, muita tosse e tenho passado a noite acordando com essa tosse. Não é uma doença igual a qualquer outra", disse.
Publicidade
Witzel conta que segue trabalhando de casa e destaca para a necessidade de permanecer com o isolamento social, além de lembrar a recomendação de especialistas para manter os comércios fechados e assim evitar uma grande contaminação.
"Eu segui todos os cuidados e ainda assim fui contaminado, toda contaminação dessa doença é um risco de vida", terminou.
Publicidade
Confira o vídeo:
Publicidade
Nesta quarta-feira, o secretario estadual de Saúde, o médico Edmar Santos, também testou positivo para o covid-19. Segundo a Secretaria, funcionários que atuam ao lado do chefe da pasta estão sendo monitorados e até o momento, não houve confirmação de novos casos. Ele segue com o trabalho em casa e passa bem.
Edmar é o segundo secretario estadual confirmado com a doença. No domingo, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros e secretário de Estado de Defesa Civil, o coronel Roberto Robadey Jr. também testou positivo para covid-19. Segundo a Corporação, ele passa bem e ficará em isolamento domiciliar por 14 dias, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde. 
Publicidade
Nesta terça-feira, o Corpo de Bombeiros divulgou, um balanço de militares infectados com o novo coronavírus. Ao todo são 616 casos entre suspeitos, confirmados e recuperados. São considerados nesta conta militares na ativa, na reserva, dependentes desses bombeiros e até os pensionistas.