Material apreendido com criminoso na tarde desta quinta-feira - Polícia Militar / Divulgação
Material apreendido com criminoso na tarde desta quinta-feiraPolícia Militar / Divulgação
Por O Dia
Rio - Policiais militares iniciaram, na manhã desta quinta-feira, uma grande operação nas comunidades de Malvinas e Nova Holanda, em Macaé, no interior do Rio. De acordo com a PM, a ação terá continuidade por tempo indeterminado e foi planejada para intervir na guerra travada entre facções que disputam o controle do tráfico de drogas nas duas comunidades.
Até o final da tarde, os militares, além de apreenderem uma pistola e 24 tabletes de maconha, prenderam, no Centro de Macaé, um criminoso, que não teve a identidade revelada, apontado como chefe do tráfico da comunidade do Morobar, uma das áreas do município também em disputa por facções rivais. Contra ele há um mandado de prisão expedido pela Justiça por homicídio.
Publicidade
De acordo com levantamento do 32º BPM (Macaé), entre os dias 1 e 23 de março, a guerra entre grupos criminosos responde por praticamente todos os 27 homicídios nos municípios que fazem parte da jurisdição da unidade.
Das 27 mortes, 16 foram registradas em Macaé e os demais nos municípios de Casimiro de Abreu, Rio das Ostras, Quissamã e Carapebus. Além disso, nesse período,  policiais militares apreenderam 23 armas de fogo, entre as quais três fuzis.
Publicidade
"Os policiais militares do 32º BPM têm atuado diariamente para intervir, sempre com apoio de tropas de nossas unidades do Comando de Operações Especiais (COE). Essa nova operação agora integra companheiros de farda de outros batalhões da região, todos unidos para devolver a paz aos cidadãos de bem", afirma o coronel Marco Aurélio Vollmer.