Comlurb realiza operação especial de higienização em 40 comunidades

Ação foi iniciada no início do mês e já atendeu 224 comunidades na cidade

Por O Dia

Comlurb atendeu a 224 localidades desde o dia 9, com água de reuso e detergente neutro de uso geral
Comlurb atendeu a 224 localidades desde o dia 9, com água de reuso e detergente neutro de uso geral -
Rio - A Comlurb mobilizou, nesta quarta-feira, 129 garis para atuar nas operações de higienização e combater possíveis focos da pandemia do coronavírus. Foram 40 comunidades atendidas, nas Zonas Norte, Sul e Oeste. A medida garante continuidade à ação iniciada no dia 9, na Rocinha, e que já atendeu 224 comunidades da cidade.

Na Zona Norte, os serviços foram realizados em diversas comunidades: Lagartixa, em Costa Barros, Parque Colúmbia, na Pavuna, Faz Quem Quer, em Rocha Miranda, Lemos de Brito, em Quintino, Santa Edwiges, na Penha, Eternit e Melhoral, em Guadalupe, Jardim Duas Praias, na Ilha do Governador, Fazendinha, no Complexo do Alemão, Comunidade de Vigário Geral, Morro do Trem, em Vicente de Carvalho, Rio D'ouro, em Irajá, Mandela I, em Manguinhos, Laços de Família e Uga-Uga, em Ramos, e Bernardino Gustavino, em Olaria, com efetivo de 39 garis, oito pipas d'água e quatro pulverizadores.

O trabalho alcançou ainda comunidades da Zona Sul e Grande Tijuca, como: Barreira do Vasco e Tuiuti, em São Cristóvão, Parque Alegria, no Caju, Cantagalo, em Ipanema, Cerro-Corá,vem Laranjeiras, Chacrinha, Cotia, Fallet e Mineira, no Catumbi, Morro Azul, no Flamengo, Morro do Cruz, no Andaraí, Morro do Encontro, no Lins, Santo Amaro, na Glória, Pavão-Pavãozinho e Tabajaras, em Copacabana, Turano, no Rio Comprido, e Rocinha, com 55 garis, três pipas d'água, quatro vans lava-jato, e 33 pulverizadores.

Sete comunidades da Zona Oeste também receberam a higienização nesta quarta: Carobinha, em Campo Grande, Comunidade da Rua Doutor Clemente Marques, em Santíssimo, Selvinha, Caixa D'água, Porta do Céu e Morro do São Bento, em Bangu, com 15 garis, três pipas e três pulverizadores, e Comunidade do Ipadu, na Taquara, com 20 garis, uma pipa d'água e dois pulverizadores.

A companhia permanece com as operações especiais de higienização nos pontos de maior circulação de pessoas, como vias principais de bairros, pontos de ônibus, passarelas, entorno de hospitais, clínicas da família e postos de saúde, acesso às estações de modais de transportes, entre outros.

Comentários