Coronavírus: Prefeitura fiscaliza comércios na Zona Norte

Bonsucesso e Irajá foram os bairros fiscalizados nesta sexta

Por O Dia

-
Rio - A Prefeitura do Rio de Janeiro fiscalizou, nesta sexta-feira, o comércio de Bonsucesso e de Irajá, na Zona Norte da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), que coordena as ações, a força-tarefa realizada com apoio de outros órgãos fiscalizadores fechou, até o momento, duas lojas consideradas não essenciais pelo decreto de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Seop informou ainda que "os agentes também orientam ambulantes a se retirarem e comerciantes de estabelecimentos essenciais - os autorizados a funcionar - a adotarem medidas para evitar a aglomeração de pessoas".

Nesta tarde, os agentes atuam nas avenidas Meriti e Monsenhor Félix, Estrada da Água Grande, e Praça São João Berchmans, no Irajá. Pela manhã, o roteiro da fiscalização passou pelas avenidas Nova York, Teixeira de Castro e Guilherme Maxwel, a Praça das Nações, e as ruas Bonsucesso e Cardoso de Morais.

Parcial - Em Bonsucesso, duas lojas foram fechadas e vários ambulantes deixaram as vias após a orientação das equipes formadas, entre outros, por fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda. A Vigilância Sanitária realizou ainda oito inspeções, aplicando cinco infrações por funcionamento ilegal, e por falta de higiene, de suportes de papel-toalha e até de licença.

Máscaras e alto-falante - Na operação da manhã, os agentes também distribuíram máscaras e orientaram populares a manterem distância de, pelo menos, um metro e meio de terceiros em filas na área comercial do bairro. Uma viatura da Guarda Municipal equipada com alto-falante auxiliou na comunicação.
Em pouco mais de um mês de fiscalizações iniciadas em 18 de março, a Seop registrou o fechamento de 3.188 estabelecimentos dos 4.633 visitados em 83 ações conjuntas realizadas em toda a cidade.

Comentários