Coronavírus: Prefeitura oferece assistência psicológica para os profissionais de Saúde

Atendimento funcionará por telefone ou por videoconferência, todos os dias da semana, 12 horas por dia, com duração de três meses

Por O Dia

Serviço visa acolher profissionais de saúde
Serviço visa acolher profissionais de saúde -
Rio - A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vai oferecer, a partir desta segunda-feira, assistência psicológica aos profissionais da rede municipal de Saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia de coronavírus.
O serviço – batizado de "saúde na escuta" – funcionará por telefone ou por videoconferência, todos os dias da semana, 12 horas por dia, com duração de três meses. Cerca de 30 profissionais atuam no projeto e estão organizados em turnos, seguindo todos os protocolos sobre o tema.
"O grupo dará suporte emocional aos profissionais que estão no front da batalha. Para sustentar o isolamento social necessário, todo o processo será online. Trata-se de uma experiência nova, mas cabe a nós buscar maneiras de ajudar os profissionais a lidar com a dor desse ofício nesse momento da vida", afirma Hugo Fernandes, psiquiatra e Superintendente de Saúde Mental da SMS.
O profissional interessado deverá acessar o link (clique aqui) para cadastro e solicitar o atendimento. Um profissional de saúde do plantão de acolhimento entrará em contato para combinar qual melhor plataforma a ser utilizada.
O objetivo é acolher o trabalhador de saúde que esteja à frente do cuidado a Covid- 19 e que esteja em sofrimento diante dos efeitos da Pandemia, como ansiedade, estresse e preocupação em contaminar familiares, oferecendo apoio e suporte emocional, contribuindo para que possam estar bem para atender as pessoas.

Comentários