Crivella considera multar empresas que atendem pessoas sem máscaras

Prefeito também falou sobre a possibilidade de 'lockdown' no Rio e afirmou que prefere não pensar nessa possibilidade

Por O Dia

Prefeito Marcelo Crivella inaugura Hospital de Campanha do Riocentro
Prefeito Marcelo Crivella inaugura Hospital de Campanha do Riocentro -
Rio - O prefeito Marcelo Crivella disse, nesta sexta-feira, que pretende endurecer as medidas de isolamento social no município do Rio. Uma possibilidade é multar as empresas que atendem as pessoas sem máscaras. "Eu acredito que, talvez, a gente possa endurecer algumas medidas como multar as empresas que atendem pessoas sem máscaras. É talvez uma medida que entre em vigor”, disse.
Ele esteve na inauguração do Hospital de campanha do Riocentro, na Zona Oeste e em entrevista à Rede Globo, disse que fará uma reunião ainda hoje com o gabinete científico, com diretores de hospitais, professores de universidades e membros da academia nacional de medicina, para analisar e discutir as curvas do coronavírus na cidade.
Questionado sobre a possibilidade de um "lockdown", fechamento total dos acessos da cidade, ele afirmou que prefere não pensar nisso. "Eu prefiro não pensar nisso. Eu prefiro ter certeza de que nossas medidas vão baixar as curvas, nossos leitos vão trazer uma segurança enorme e logo logo a gente volta às nossas atividades", ressaltou.
Crivella voltou a pedir a conscientização da população em respeitar as medidas de isolamento social. "Nós, mais uma vez, fazemos um apelo para a população. Nossos números não continuam com a inclinação muito alta de crescimento, mas continuam crescendo. Nós precisamos baixar essas curvas, ter os nossos leitos de reserva para poder voltar à atividade", reforçou. 

Comentários