Funcionário faz higienização das barcas: medida de prevenção  - Divulgação/ CCR Barcas
Funcionário faz higienização das barcas: medida de prevenção Divulgação/ CCR Barcas
Por O Dia
Rio - A determinação que torna obrigatório o uso de máscaras no interior de veículos de transporte intermunicipal entra em vigor nesta sexta-feira em todo o estado do Rio de Janeiro. Decreto publicado na última quarta (6) pelo governador Wilson Witzel determina que passageiros e funcionários do transporte público terão que usar o acessório.

A obrigatoriedade vale para as barcas, trens de passageiros e o metrô, além de linhas de ônibus interurbanos (que circulam em mais de uma cidade). O objetivo é evitar a expansão do novo coronavírus que provoca a covid-19. A doença já causou 1205 mortes em todo o estado. Mais de 13 mil casos foram confirmados. Na cidade do Rio de Janeiro, o uso de máscaras em transportes públicos e dentro de estabelecimentos comerciais é obrigatório desde o dia 23 de abril.
Uso de máscara no transporte aquaviário será obrigatório a partir desta sexta. A CCR Barcas diz que vem informando os usuários acerca da medida nos terminais e embarcações, desde quarta-feira. O controle de acesso está sendo feito pela Polícia Militar, para que, além da fiscalização sobre o uso das máscaras, somente sejam transportados trabalhadores que atuam em serviços essenciais à sociedade.
Publicidade
A Concessionária adotou procedimentos operacionais e de informação, além de intensificar a limpeza e a higienização das embarcações e estações. Sendo assim, a empresa vem promovendo a desinfecção diária e constante de suas dependências. A fim de evitar a propagação do vírus no transporte aquaviário, colaboradores da CCR Barcas usando os equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados aplicam constantemente nas embarcações um detergente desinfetante concentrado para limpeza e desinfecção de superfícies hospitalares e equipamentos médicos.
No âmbito operacional, as embarcações com sistema de ar condicionado estão navegando com as portas abertas, ação que ocorre, conforme aprovação da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro.

A CCR acrescenta que instalou dispensers com álcool em gel a 70% nas estações e trabalha para manter os equipamentos sempre abastecidos, assim como os dispensers de sabonete líquido dos sanitários. A empresa informa, por meio de locuções, cartazes e vídeos nos terminais, e de banners na home page do site da CCR Barcas, as ações contra a propagação do vírus. Além disso, os médicos da concessionária promovem diálogos diários de segurança com os colaboradores, a fim de que esses profissionais estejam preparados para se proteger e para orientar os passageiros sobre as medidas.