Cedae tem quatro funcionários mortos por causa da covid-19

Um dos profissionais vítima fatal da doença trabalhava em Nilópolis; os outros três na capital

Por O Dia

A companhia tem participado da sanitização de comunidades do Rio
A companhia tem participado da sanitização de comunidades do Rio -
Rio - A Cedae teve, até o momento, quatro funcionários da companhia mortos pelo novo coronavírus (covid-19) em todo o estado. De acordo com a empresa, um dos profissionais vítima fatal da doença trabalhava em Nilópolis, na Baixada Fluminense; os outros três na capital, sendo um deles na sede, no Centro do Rio, e outro em Andaraí, na Zona Norte.
A companhia informou que os familiares das vítimas estão recebendo assistência "neste momento tão difícil". A empresa diz, ainda, que está tomando as medidas necessárias para proteger seus mais de 5 mil funcionários. 
"E, também, está empenhada em oferecer e manter o serviço de qualidade nesse momento difícil para todos, pois a empresa sabe do trabalho fundamental para a saúde e a qualidade de vida da população", acrescentou, em nota.
A Cedae reforça, ainda, que desde março mudou uma série de rotinas e estabeleceu diversos protocolos para preservar a saúde dos funcionários e clientes, tais como:
. Formação e implantação de comitê de crise e plano de contingência
. Recesso para todos os estagiários e jovens aprendizes
. Alteração de escalas de trabalho, com parte do corpo funcional trabalhando remotamente
. Distribuição de máscaras para todos os empregados
. Sanitização dos ambientes de trabalho
. Realização de testes de covid-19
. Implantação de canal de atendimento 24h aos empregados
. Campanhas internas de vacinação da gripe

Comentários