Niterói vai flexibilizar isolamento a partir da próxima quinta-feira

Entre as mudanças previstas, devem ser autorizadas a voltar a funcionar oficinas mecânicas, lojas de material de construção, de bicicletas e de colchões, além de serviços médicos, odontológicos e fisioterápicos, entre outros estabelecimentos comerciais e de serviços

Por ESTADÃO CONTEÚDO

-
Rio - O município de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, começa na próxima quinta-feira uma transição gradual de suas regras de isolamento, que começaram a vigorar em 19 de março. O plano está sendo desenvolvido por técnicos da prefeitura, especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e representantes de entidades empresariais, e será divulgado na terça-feira (19) pelo prefeito Rodrigo Neves (PDT).
"As ações da Prefeitura de Niterói estão sendo desenvolvidas com base na ciência e na análise de experiências internacionais que foram bem-sucedidas no combate ao coronavírus. É importante ressaltar que o isolamento social continua sendo a nossa maior arma e que só devemos sair às ruas em caso de extrema necessidade, e sempre usando máscaras. Contamos com o apoio, a perseverança e a disciplina dos niteroienses para o sucesso dessa transição gradual para uma nova normalidade", afirmou o prefeito, em pronunciamento feito pelas redes sociais no domingo (17).

Entre as mudanças previstas, devem ser autorizadas a voltar a funcionar oficinas mecânicas, lojas de material de construção, de bicicletas e de colchões, além de serviços médicos, odontológicos e fisioterápicos, entre outros estabelecimentos comerciais e de serviços. A circulação pelo calçadão da orla e pela areia da praia também deve ser autorizada em horário restrito, das 6h às 9h e das 16h às 20h.

Comentários