Procon investiga hospitais privados por cobranças abusivas na pandemia

Emergências da rede particular estão cobrando até R$ 5 mil para atender pacientes com suspeitas de covid-19

Por Bruna Fantti

Rio, 03/12/2019 - Procon
Rio, 03/12/2019 - Procon -

O diretor jurídico do Procon-RJ, Henrique Neves, afirmou que obrigar o consumidor a pagar um preço único em emergências médicas é irregular. Na semana passada, reportagem mostrou que hospitais privados cobravam até R$ 5 mil para atender pacientes com suspeita de covid-19. O Procon abriu uma investigação. 

"A escolha sempre tem que ser do consumidor. Se o hospital condicionar o atendimento à compra de um pacote, isso é abusivo", afirmou, durante live no Instagram de O DIA, ontem.

Entre os hospitais citados pela reportagem estava o Hospital da Ilha do Governador. Apesar de a emergência informar que a consulta era R$ 3 mil e que aumentou durante a pandemia, em nota, a assessoria afirmou que a unidade "indica o custo global do tratamento, para informar com a máxima clareza o preço cobrado para covid-19". A assessoria também negou o aumento no preço da consulta.

 

Comentários