Bolsonaro: alvo de crítica por Tubaína

Por

Cristiane Machado se tornou ativista contra a violência doméstica após vídeo exibido no 'Fantástico'
Cristiane Machado se tornou ativista contra a violência doméstica após vídeo exibido no 'Fantástico' -

Jair Bolsonaro voltou a causar polêmica. Depois de dizer, durante entrevista ao jornalista Magno Martins, na última terça-feira, que "quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda toma Tubaína", o presidente da República foi ontem alvo de críticas.

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta criticou a postura do ex-chefe e rebateu a brincadeira do presidente. "Quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda toma Tubaína, quem tem juízo escute a Medicina", disse durante entrevista ao canal de TV por assinatura GloboNews.

Já a Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) divulgou nota em que repudia a "piada de mau gosto" do presidente Jair Bolsonaro. "A Afrebras repudia a infeliz declaração do presidente Jair Bolsonaro no mesmo dia em que o país registrou, pela primeira vez, mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas".

Ainda segundo a nota da Afrebras, "boa parte das fábricas regionais está se mobilizando para fazer doações de alimentos e álcool em gel a comunidades pobres para tentar diminuir os impactos da crise. A entidade destaca que vários hospitais ou leitos de hospitais de campanha poderiam ser construídos com o dinheiro da farra de benefícios fiscais", criticou.

A referência à Tubaína, um refrigerante popular de guaraná fabricado em São Paulo, ocorreu durante uma live com Magno Martins. "Você não é obrigado a tomar cloroquina. Mas quem quiser tomar, que tome. Dá oportunidade para o povo que se infectou, quem sabe, né. Pode ser que lá na frente digam que a cloroquina foi um placebo. Mas pode ser que daqui a dois anos...'Olha, realmente curava'", defendeu Bolsonaro. "Quem for de direita toma cloroquina. Quem for de esquerda toma...Tubaína", comparou Bolsonaro.

Galeria de Fotos

Cristiane Machado se tornou ativista contra a violência doméstica após vídeo exibido no 'Fantástico' Marcelo Faustini
Em live, Jair Bolsonaro disse que "quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda toma Tubaína": piada de mau gosto AFP

Comentários