Morador do Santa Marta diz que foi alvo de tiros de policiais enquanto varria laje

Homem disse que posteriormente foi à UPP acompanhado da família com a roupa que usava no momento de disparos, documentos e carteira de trabalho, e que recebeu um pedido de desculpas da corporação

Por O Dia

Morador conta que foi alvo de tiros por parte da polícia enquanto estava varrendo laje
Morador conta que foi alvo de tiros por parte da polícia enquanto estava varrendo laje -
Rio - Um morador do Morro Santa Marta, em Botafogo, Zona Sul do Rio, foi alvo de tiros enquanto varria a laje de casa na sexta-feira. Ele disse em entrevista ao programa RJTV da TV Globo que policiais militares dispararam quatro vezes contra ele. O homem disse que posteriormente foi à UPP acompanhado da família com a roupa que usava no momento de disparos, documentos e carteira de trabalho e que recebeu um pedido de desculpas da corporação. 
Os projéteis, segundo o morador, atingiram as colunas de sustentação do muro da casa. Ele conta que percebeu que se tratavam de tiros, quando foi atingido por estilhaços.
"Eu fui varrer a laje justamente pra poder subir com as crianças, para elas brincarem na laje, que é o único espaço que tem pra poder brincar devido a essa pandemia. Eu me deparei com um barulho muito forte do meu lado esquerdo. Até então não sabia o que tinha acontecido”, contou ao programa. 

De acordo com ele, na hora dos disparos não havia confronto ou troca de tiros.
Segundo o comandante da UPP Santa Marta, não houve registro de disparos de arma de fogo realizados por policiais militares, no entanto, será aberto um processo para apurar as circunstâncias do fato.
Ainda de acordo com a PM, os agentes da UPP realizavam um patrulhamento na região e apreenderam 311 pedras de crack, 38 frascos de loló, 79 trouxinhas de maconha, 36 cápsulas de cocaína e um rádio transmissor. Os suspeitos fugiram e abandonaram o material entorpecente quando avistaram as equipes, próximo a localidade conhecida como Pedra da Santa.


Comentários