Câmara de Vereadores suspende recesso por causa da pandemia

Como a proposta recebeu apoio da maioria absoluta dos vereadores, a Mesa Diretora definiu nem precisará ser aprovado em votação e terá validade imediata

Por O Dia

Sessão virtual de vereadores do Rio de Janeiro
Sessão virtual de vereadores do Rio de Janeiro -
Rio - A Câmara Municipal do Rio vai suspender, a partir de julho, o recesso em virtude da pandemia. A proposta foi feita pelo vereador Rafael Aloisio Freitas (Cidadania) através de um Projeto de Emenda à Lei Orgânica (Pelom) e, como recebeu apoio da maioria absoluta dos vereadores, a Mesa Diretora definiu, durante a sessão virtual desta quinta-feira, que nem precisará ser aprovado em votação e terá validade imediata, com a obrigatoriedade de realização de pelo menos duas sessões semanais ao longo de julho.
"O plenário da Câmara precisa funcionar ininterruptamente para prosseguir discutindo os efeitos da doença na cidade, analisar as medidas necessárias para enfrentar o problema e atuar diretamente na retomada econômica. Não faz sentido haver recesso em um momento como este. A hora é de somarmos esforços para minimizar os efeitos da pandemia e sair dela o mais rapidamente possível", disse Rafael Aloisio Freitas.

Comentários