Dispensers são furtados em estações da Supervia - Divulgação/Supervia
Dispensers são furtados em estações da SuperviaDivulgação/Supervia
Por O Dia
Rio - Dispensers de álcool em gel disponibilizados pela Supervia seguem sendo vandalizados e furtados dentro das estações de trem. Segundo a concessionária, a instalação dos aparelhos começou a cerca de um mês e desde então, foram 47 furtos e 137 casos de vandalismo, a maioria no ramal Deodoro.
Além disso, a empresa alertou que totens de álcool em gel, local onde os aparelhos são disponibilizados., também são atacados pelos vândalos.
Publicidade
Dois homens detidos em flagrante

A Supervia informou que no último dia 5, um homem chegou a ser detido e levado para a 33ª DP (Realengo), onde foi autuado por furto e liberado. Ele foi filmado retirando um dos dispensers da estação Deodoro. Dez dias depois, agentes da SuperVia auxiliaram a polícia na prisão de outro homem na estação Manguinhos, no momento em que também furtava dispensers de álcool em gel. Na mochila dele havia mais aparelhos furtados de outras estações.
O homem foi conduzido à 21ª DP (Bonsucesso), mas liberado em seguida. A empresa alegou que o departamento Jurídico da SuperVia já apresentou um pedido de providências à Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro noticiando a gravidade da situação e solicitou responsabilização criminal dos autores para desestimular novas ações.
Publicidade
Como utilizar
Para utilizar o álcool em gel nas estações, basta acionar o sistema com um pedal (ou seja, não se utiliza a mão) e o álcool sai em quantidade suficiente para a higienização do passageiro. A SuperVia destacou que repudia essas ações e lamenta que esses casos prejudiquem essa medida para a prevenção contra a covid-19.
Publicidade
Medidas contra a propagação do Coronavírus

Os trens da concessionária tem passado por desinfecção quando chegam à Central do Brasil, antes de suas partidas para novas viagens, ao longo de todo o dia. A limpeza é feita no interior das composições, como em balaústres, alças pega-mão, e bagageiros. As estações com maior movimentação de clientes também estão recebendo higienização especial nas catracas e validadores. 

Todos os colaboradores com mais de sessenta anos foram afastados de suas funções. Os que continuam atuando em seus postos receberam álcool gel e máscaras; Além disso, a SuperVia implantou uma triagem de saúde no seu Centro de Controle Operacional (CCO), de onde os trens e estações são monitorados e controlados 24 horas por dia.