Comissões de Fiscalização e de Saúde da Alerj voltam a ouvir ex-secretário Ferry

Relator da Comissão, o deputado Renan Ferreirinha (PSB) pontuou que Ferry não tomou medidas assertivas de combate ao coronavírus durante o mês em que esteve no cargo

Por O Dia

Fernando Ferry
Fernando Ferry -
Rio - A Comissão Especial de Fiscalização dos Gastos na Saúde Pública Durante o Combate do Coronavírus e a Comissão de Saúde, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), vão realizar audiência conjunta remota, às 10h desta quinta-feira, para dar continuidade à oitiva do ex-secretário de Estado de Saúde, Dr. Fernando Ferry, e será transmitida pela TV Alerj e pelo canal no Youtube da Casa.
"No primeiro depoimento não foi possível esclarecer todas as dúvidas com o ex- secretário Ferry. Precisamos, por exemplo, detalhar o pagamento de contratos firmados pela secretaria de saúde na gestão dele", explicou a presidente do grupo, deputada Martha Rocha (PDT).
Relator da Comissão, o deputado Renan Ferreirinha (PSB) pontuou que Ferry é o segundo secretário de Saúde que sai da pasta durante a pandemia. Segundo o parlamentar, Ferry não tomou medidas assertivas de combate ao coronavírus durante o mês em que esteve no cargo.
"Na última quinta, Ferry foi ouvido pela Comissão Especial da Covid e ele respondeu de forma muito evasiva, especialmente a respeito de critérios de transparência e da conclusão dos hospitais de campanha. Desta vez, espero que o ex-secretário explique o motivo de sua saída e a nota técnica interna da secretaria recomendando a não abertura dos cinco hospitais de campanha que ainda não foram entregues. E se aconteceu, como ele temia, algum tipo de interferência política”, declarou Ferreirinha.

Comentários