Queiroz negocia delação premiada com o MP e quer proteção para a família

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso na casa do advogado Wassef e é investigado pelo esquema de rachadinhas

Por IG - Último Segundo

Queiroz foi preso em Atibaia (SP)
Queiroz foi preso em Atibaia (SP) -
Ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) preso na semana passada por esquema de rachacinhas, Fabrício Queiroz negocia na tarde desta sexta-feira  delação premiada com o Ministério Público em troca de garantias para sua família, segundo a emissora CNN Brasil.
Fabrício Queiroz é investigado por esquema de rachadinha que teria ocorrido no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro. Na época, ele era assessor de Flávio e atuava como um chefe de gabinete informal.

O ex-assessor preso está preocupado com sua família dele. A defesa de Fabrício Queiroz pede garantias de proteção para Márcia Aguiar de Oliveira, sua esposa que está foragida, e para Nathalia Mello e Evelyn Mello, suas filhas. Todas são investigadas pelo esquema de rachadinha.

Entre os pedidos de sua defesa, também está para que Queiroz cumpra prisão domiciliar.

A negociação da delação premiada estaria arrastada, segundo a emissora, porque os promotores querem ter certeza que Queiroz irá delatar novas informações e não apenas as que eles já possuem.


Galeria de Fotos

Queiroz foi preso em Atibaia (SP) Reprodução
Fabrício Queiroz, que está preso, trabalhou no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj e teria comandado o esquema de 'rachadinhas' Arquivo Pessoal
Fabrício Queiroz Reprodução

Comentários