Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feira - Divulgação / Polícia Civil
Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feiraDivulgação / Polícia Civil
Por O Dia
Rio - Uma ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil, através de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), resultou na apreensão de aproximadamente seis toneladas de maconha, uma das maiores da história do Rio de Janeiro, e na prisão seis pessoas, na noite desta quinta-feira.

Uma carreta transportando uma carga de pallets foi abordada pelos agentes na Via Dutra, na altura de Piraí. O motorista informou que se deslocava de Dourados, no Mato Grosso do Sul, para o Rio.

Após verificarem a carga transportada, usando cães farejadores, os agentes localizaram uma enorme quantidade de maconha.

Uma caminhonete que trafegava à frente da carreta, fazendo a função de batedor, foi abordada por outras equipes policiais a quilômetros de distância. Em seu interior havia três ocupantes, todos do estado do Mato Grosso do Sul e com antecedentes criminais.

Os policiais constataram que um deles é sobrinho de um homem que já foi detido pela PRF em 2019 saindo do estado transportando a quantia de R$ 700 mil escondida no interior do estepe de um veículo e que atualmente está preso por tráfico de drogas.

Galeria de Fotos

Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feira Divulgação / Polícia Civil
Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feira Divulgação / Polícia Civil
Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feira Divulgação / Polícia Civil
Apreensão aconteceu na noite desta quinta-feira Divulgação / Polícia Civil

Também foi abordado, em um posto de combustível no final da Via Dutra, próximo à Avenida Brasil, outro veículo com dois ocupantes que aguardavam a chegada da carreta para acompanhá-la até a comunidade da Nova Holanda, no Complexo da Maré, seu destino final. Ambos os ocupantes também possuem passagem pela polícia.

O motorista da carreta revelou, de maneira informal, que receberia o valor de R$ 25 mil para o transporte da droga.

Todos os envolvidos, que não tiveram os nomes divulgados, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico. O caso foi registrado na Cidade da Polícia.