Rio de Janeiro 09/07/2020 - Primeiro dia das novas regras para passageiros em pé nos ônibus e BRTs tem aglomerações no Rio. Foto: Luciano Belford/Agencia O Dia - Luciano Belford/Agência O Dia
Rio de Janeiro 09/07/2020 - Primeiro dia das novas regras para passageiros em pé nos ônibus e BRTs tem aglomerações no Rio. Foto: Luciano Belford/Agencia O DiaLuciano Belford/Agência O Dia
Por O Dia
Rio - A Secretaria de Municipal de Transporte (SMTR) multou cerca de 30 ônibus na manhã desta quinta-feira, primeiro dia útil de funcionamento da nova medida que determina distanciamento de passageiros em pé nos coletivos municipais e BRT. Os veículos multados circulavam sem cumprir as regras.

Apesar da fiscalização, a reclamação de lotação no transporte permaneceu. “Marcaram o piso do ônibus, mas não cumpriram a determinação. Como o passageiro precisa trabalhar, vai encarar essa aglomeração. Não é só fiscalização, é preciso ter mais ônibus nas ruas”, reclama a empregada doméstica Eliane Ferreira Prats, moradora do Mato Alto, em Guaratiba.
O subsecretário municipal de transporte, Allan Borges Nogueira, garantiu que a fiscalização começou durante a madrugada. Agentes da SMTR estiveram na garagem de algumas empresas e exigiram que as regras fossem cumpridas. Foram quase duas semanas para que as empresas se adaptassem. 
Publicidade
A multa para quem descumprir a nova regra é de R$ 924,38. 
O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro (Sintraturb Rio) se diz surpreso com a nova determinação. De acordo com José Carlos Sacramento, vice-presidente do sindicato, essa decisão coloca em risco não só os usuários, como também toda a categoria.
Publicidade
"Não dá para entender esses decretos da prefeitura. Em um dia os usuários só podem ser transportados sentados; em outro já podem viajar também em pé. Fica a pergunta:quem vai fiscalizar a lotação desses veículos e o uso de máscaras e álcool gel pelos usuários?", questiona.