Marcelo Costa já teria cometido mais de 15 crimes  - Divulgação
Marcelo Costa já teria cometido mais de 15 crimes Divulgação
Por O Dia
Rio - Um homem foi preso, nesta sexta-feira, suspeito de roubo a vítimas que fazem saques em instituições financeiras, crime conhecido como "saidinha de banco". Marcelo Costa, conhecido como "Negão" ou "Sabará", foi preso por policiais civis da 21ª DP (Bonsucesso) na Avenida Santa Cruz, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Ele é suspeito de participar de mais de 15 ações recentes.
Segundo os agentes, a prisão ocorreu em flagrante e evitou que a quadrilha praticasse outro roubo. Ao ser abordado, Marcelo resistiu a prisão e quebrou seu celular, para que os dados existentes nele não o incriminassem ainda mais.

Galeria de Fotos

Celular do homem preso quebrado Divulgação / Polícia Civil
Celular do homem preso quebrado Divulgação / Polícia Civil

Publicidade
Ainda de acordo com a especializada, o homem é o líder de uma quadrilha que vinha praticando diversos assaltos no Rio de Janeiro. A função principal de Marcelo era decidir quem iria participar, o local para a prática do crime e  entrar na agência bancária ou lotérica e definir quem seria a vítima para os demais criminosos efetuassem a abordagem e realizassem a ação.
Polícia prende líder de quadrilha em 'saidinha de banco' - Divulgação / Polícia Civil


Marcelo já foi preso e estava em liberdade desde agosto de 2018. Em seu histórico criminal, constam anotações por furto, uso de documento falso, falsificação de documento, homicídio, roubo e latrocínio.

Em abril de 2005, Marcelo matou o policial civil Victor Fernando Pinheiro, durante um de seus roubos, na Rua Aracati, em Bonsucesso. Segundo a especializada, ele havia acabado de realizar um assalto a uma vítima que saia de uma agência bancária. 
As investigações continuam para localizar outros integrantes da quadrilha, que possuem mandados de prisão pendentes pela prática de saidinha de banco.