Polícia prende corretor com 24 passagens por estelionato e formação de quadrilha

Segundo investigações, o grupo ganhou R$ 250 mil em cima de um único casal

Por O Dia

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam o criminoso nesta quinta-feira
Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam o criminoso nesta quinta-feira -
Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam, nesta quinta-feira, um homem, de 46 anos, que não teve o nome divulgado, suspeito de integrar uma quadrilha especializada em aplicar o golpe do supertítulo de viagem valorizado em idosos. Ele estava foragido há três anos.
De acordo com agentes, contra o criminoso, que atualmente trabalhava como corretor de imóveis na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, possui 24 anotações criminais pelos crimes de estelionato e formação de quadrilha. 
Ainda segundo investigações, o grupo ganhou R$ 250 mil em cima de um único casal. Em agosto de 2005, uma das vítimas do golpe recebeu um telefonema convidando-a para uma reunião para negociar artigos títulos de sua propriedade. 
No local, foi informada de que seus títulos dariam direito a bonificações. Assim, ela foi convencida a fazer a negociação, sendo cobrado dela o valor de R$ 3.380,00 a título de registro em cartório. Depois, a vítima recebeu telefonemas cobrando outros valores, que totalizaram R$ 9.900,00.
Policiais disseram ainda que em janeiro de 2006 aconteceu o mesmo com um casal de idosos de 77 anos, que recebeu um telefonema de uma pessoa que dizia representar uma empresa, convidando os dois para uma reunião.
No mesmo dia, os estelionatários cobraram do casal o valor de R$ 63.870 e, nos meses seguintes, foram cobrados outros valores, totalizando R$ 246.670.
O criminoso foi preso e encaminhado a delegacia que investiga o caso, onde responderá pelos crimes. A polícia busca informações que possam levar a prisão e identificação dos outros integrantes da quadrilha. 
 

Comentários