Polícia deflagrou operação contra tráfico de animais exóticos - Divulgação
Polícia deflagrou operação contra tráfico de animais exóticosDivulgação
Por O Dia
Rio - Uma pessoa foi presa com tapetes de onça e duas cobras em um apartamento no Leblon, Zona Sul do Rio, durante uma operação da Polícia Federal para desarticular organização criminosa voltada para o tráfico internacional de animais silvestres, exóticos e em extinção. A ação faz parte da Operação Marraquexe. As investigações começaram em Macapá, capital do estado do Amapá, e terminaram com prisões e apreensões em outros quatro estados brasileiros.
Durante as investigações, a Polícia Federal verificou que um morador de Macapá, no Amapá, comandava uma rede de tráfico internacional de animais exóticos, notadamente répteis, em conjunto com outros nacionais dos estados do Sudeste e Centro Oeste do Brasil e que a comercialização acontecia através de grupos formados em redes sociais com integrantes estrangeiros.
Publicidade
Foram emitidos cinco mandados de prisão, sendo três mandados de prisão preventiva e dois de prisão temporária, em Macapá, no Rio de Janeiro e em São Paulo, além de 10 mandados de busca e apreensão em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Castelo, no Espírito Santo, São Paulo, Lavrinhas e Pindamonhangaba, no estado de São Paulo, em Macapá e no Rio de Janeiro.
Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de organização criminosa, tráfico internacional de animais e receptação qualificada. Se condenados, as penas poderão chegar a 18 anos de reclusão, além do pagamento de multa.