Thiago foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira em Belford Roxo - Wathsapp O Dia (98762-8248)
Thiago foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira em Belford RoxoWathsapp O Dia (98762-8248)
Por O Dia
Publicado 12/08/2020 17:30 | Atualizado 12/08/2020 19:45
Rio - Thiago de Souza Aguiar, de 37 anos, foi executado a tiros na tarde desta quarta-feira no bairro Rocha Sobrinho, na Rua São José, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. De acordo com as primeiras informações, ele era irmão de Toni Ângelo de Souza Aguiar, apontado como chefe da maior milícia da Zona Oeste do Rio.
Segundo a polícia, pelo menos cinco homens armados com fuzil desceram de um carro e dispararam contra a vítima quando ela estava colocando equipamentos de pesca em seu veículo. Os criminosos conseguiram fugir do local.
Publicidade
Thiago chegou a ser preso no ano de 2016. No dia da prisão, ele estava com uma carteira falsa da Polícia Civil, uma pistola, R$ 8.190 em espécie e munição. Hoje, mais uma vez, ele estava com uma identidade falsa, agora de um oficial da Polícia Militar

Galeria de Fotos

Thiago foi preso em 2016 com uma carteira falsa da Polícia Civil, Disque Denúncia / Divulgação
Equipes do 39º BPM (Belford Roxo) estiveram no local do crime Wathsapp O Dia (98762-8248)
Publicidade
A Polícia Militar informou que equipes do 39º BPM (Belford Roxo) estiveram no local e constataram o fato. Agentes da Polícia Civil informaram que buscam por imagens de câmeras de segurança para localizar e prender os criminosos. A ocorrência está em andamento na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). 
Ainda não foi informado a data e local de enterro da vítima. 
Publicidade