Rodoviário ficou bastante machucado - Reprodução / Internet
Rodoviário ficou bastante machucadoReprodução / Internet
Por RAI AQUINO
Rio - Um motorista de ônibus da linha 803 (Senador Camará x Taquara) da Transporte Barra foi agredido violentamente, na tarde desta segunda-feira, por causa de uma colisão em Realengo, na Zona Oeste do Rio. O profissional, que tem 56 anos, foi alvo de vários socos no rosto, ficando bastante ferido. As lesões provocadas foram tão intensas, que elas podem comprometer a visão dele.
De acordo com testemunhas, o motorista estava trafegando na Avenida Santa Cruz, por volta das 12h30, quando o condutor de um Fiat Uno prata teria fechado o ônibus, que freou bruscamente. O agressor saiu de dentro de seu carro, quebrou a porta traseira do coletivo e partiu para cima do motorista.
Publicidade

Galeria de Fotos

Caso aconteceu na Avenida Santa Cruz Reprodução / Internet
Rodoviário ficou bastante machucado Reprodução / Internet
Caso aconteceu na Avenida Santa Cruz Reprodução / Internet
Rodoviário ficou bastante machucado Reprodução / Internet
O carro do agressor Reprodução / Internet
Rodoviário ficou bastante machucado Reprodução / Internet
O carro do agressor Reprodução / Internet
Durante as agressões, o ônibus, que estava engrenado, deu um "tranco" e atingiu a traseira do Uno. Uma passageira também ficou ferida por causa do movimento. Os dois foram levados para o Hospital Hospital Municipal Albert Schweitzer, ainda em Realengo, e foram liberados.
Publicidade
Nesta terça-feira, o motorista esteve em um hospital particular em Jacarepaguá para seguir com o atendimento. Ele poderá perder a visão do olho esquerdo ou ter o funcionamento do órgão parcialmente comprometido.
O caso está sendo investigado pela 33ª DP (Realengo).
Publicidade
"Os agentes realizam diligências que possam auxiliar na apuração do fato", a Polícia Civil se limitou a dizer, em nota.

Motorista da Transportes Barra agredido em Realengo Um motorista da empresa Transportes Barra foi agredido agora pouco...

Publicado por Transportes da Zona Oeste em Segunda-feira, 17 de agosto de 2020
Publicidade
Procurada pelo DIA, a Transporte Barra disse que se mostra indignada e se solidariza com o motorista.
"A empresa se colocou à disposição do funcionário e desde o ocorrido vem prestando toda a assistência necessária. Ele ficará afastado das suas funções até que se recupere. A Transportes Barra informa que também está à disposição das autoridades para auxiliar na apuração dos fatos", acrescentou, em nota.