Incêndio aconteceu em um alojamento - Divulgação / Sind-Degase
Incêndio aconteceu em um alojamentoDivulgação / Sind-Degase
Por O Dia
Rio - Quatro menores e um agente ficaram feridos durante um incêndio, na noite deste domingo, na Escola João Luiz Alves, unidade do Degase na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. O fogo foi provocado por quatro internos no alojamento em que dormiam.
De acordo com o Degase, quatro internos foram socorridos com queimaduras no Hospital Municipal Evandro Freire, ainda na Ilha. Um deles foi levado ao Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV), na Penha.
Publicidade
O menor atendido no HGV teve queimaduras nas mãos e na região do pescoço. Segundo o Sind-Degase, o estado de saúde dele é grave.
Um funcionário ficou ferido na mão - Divulgação / Sind-Degase
O funcionário da unidade se feriu ao abrir a porta do dormitório para tentar apagar o fogo. Ele também foi atendido no Evandro Freire, com queimaduras nas mãos. 
Publicidade
"Esta não é a primeira vez que o Degase lida com esse tipo de situação nas unidades, mas, ainda assim, continua sem equipamentos de proteção individual para conter esses conflitos nos alojamentos", o Sind-Degase reclama.
O caso foi registrado na 21ª DP (Bonsucesso), como crime análogo a incêndio com lesão corporal.
Publicidade
Procurado pelo DIA, o Degase disse que os agentes de segurança das unidades são treinados pelo Corpo de Bombeiros para apagar o fogo em seu início.
"(Eles) sabem como manusear os extintores de incêndio, usam roupa de serviço e não há legislação sobre uso obrigatório de EPIs. Quando o incêndio toma maiores proporções, os bombeiros devem ser acionados", a entidade acrescentou, em nota.