Paulo Marinho - Daniel Castelo Branco
Paulo MarinhoDaniel Castelo Branco
Por O Dia
Publicado 10/09/2020 17:22 | Atualizado 10/09/2020 17:22
Rio - O PSDB decidiu abrir mão de lançar um candidato para concorrer à Prefeitura do Rio em 2020 e vai apoiar Eduardo Paes, do DEM, no pleito. O anúncio será formalizado na próxima semana, em convenção do partido. As informações são do jornal O Globo.

Galeria de Fotos

Eduardo Paes Reprodução
Governador de São Paulo, João Doria José Cruz/Agência Brasil
Paulo Marinho Daniel Castelo Branco
Publicidade
O presidente do diretório estadual do partido, Paulo Marinho, era o pré-candidato até o momento, mas decidiu apoiar ex-prefeito, com um discurso de união do centro político e de "salvar" a cidade. O governador de São Paulo, João Doria, e o presidente nacional do PSDB, deputado federal Bruno Araújo (PE), participaram das conversas que levaram à formação da aliança.
"Na eleição de 2016 o grupo político de centro no Rio se dividiu, com candidaturas do Pedro Paulo (DEM), do Carlos Osorio (PSDB) e do Indio da Costa (PSD). Com isso, acabamos elegendo (o prefeito) Marcelo Crivella (Republicanos). Não podemos mais correr esse risco. Não se trata de questão ideológica ou partidária. A questão agora é salvar o Rio de Janeiro. Por isso, entramos na coligação do Eduardo Paes", afirmou Marinho ao jornal.
Publicidade
Sobre as acusações de corrupção enfrentadas por Paes, o presidente estadual do partido disse que "confia 100% na inocência"do ex-prefeito e que o tempo irá provar sua inocência.