Líder de facção criminosa é preso junto com a esposa ao sair de motel

De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha em que ele pertence é acusada de atuar em Barra Mansa, Volta Redonda, Resende, Porto Real, Pinheiral, Barra do Piraí, Piraí e Valença

Por O Dia

Parte de material apreendido com os criminosos
Parte de material apreendido com os criminosos -
Rio - Na manhã desta quinta-feira, uma operação comandada pela Polícia Civil de Barra Mansa cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão em vários municípios da região, incluindo Barra do Piraí. De acordo com os agentes, um dos principais líderes de uma facção criminosa da região foi preso junto com a esposa após sair de um motel. Nenhum dos dois teve o nome divulgado.
Ao todo, 18 pessoas foram presas. Foram 15 mandados de prisão cumpridos e outras três pessoas presas em flagrante por estarem portando armas de fogo, drogas, material de endolação e valores em espécie arrecadados com o tráfico de drogas.
Ainda segundo a Polícia Civil, a quadrilha é acusada de atuar em Barra Mansa, Volta Redonda, Resende, Porto Real, Pinheiral, Barra do Piraí, Piraí e Valença.
Além das prisões, também foram apreendidas drogas, armas, grande quantia em dinheiro, rádios de comunicação, aparelhos celulares e câmeras de monitoramento. 
A operação foi batizada de "Val Hala". O nome escolhido significa "paraíso" para os Vikings. A referência foi feita porque a ação desta quinta-feira é um desdobramento com "Operação Paradise", que prendeu 108 pessoas com envolvimento nos mesmos crimes no ano passado.
Todo o material apreendido foi encaminhado para a perícia. Os presos foram transferidos para a Cadeia Pública de Volta Redonda, localizada no bairro Roma I.

Comentários