Estátua de criança em homenagem a Álvaro e cabeça de Rosária Trotta - Divulgação / Polícia Civil
Estátua de criança em homenagem a Álvaro e cabeça de Rosária TrottaDivulgação / Polícia Civil
Por O Dia
Rio - Policiais da 6ª DP (Cidade Nova) prenderam em flagrante, nesta quinta-feira, dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubar estátuas de praças do Rio, principalmente de bronze. Os criminosos foram capturados quando estavam tentando furtar um monumento na Praça Onze, no Centro do Rio, durante a madrugada.
De acordo com a Polícia Civil, quando os agentes chegaram ao local viram quatro assaltantes tentando furtar uma estátua. Houve troca de tiros e dois deles conseguiram fugir em direção ao Morro da Providência, que fica na região.
Publicidade

Galeria de Fotos

Cabeça de Rosária Trotta, mãe de Frederico Trotta, militar e político brasileiro Divulgação / Polícia Civil
Estátua de criança em homenagem a Álvaro, cabeça de Rosária Trotta e placa de bronze Divulgação / Polícia Civil
estátua de uma criança em homenagem a Álvaro Dias, professor da Igreja Presbiteriana Divulgação / Polícia Civil
Canhão usado na Guerra do Paraguai Divulgação / Polícia Civil
O bando estava com uma Kombi, que usam para transportar o material roubado. Os dois presos estavam com uma grande quantidade de monumentos que haviam sido furtados; são eles:
Publicidade
1. um canhão usado na Guerra do Paraguai, o maior conflito internacional armado ocorrido na América do Sul, de dezembro de 1864 a março de 1870, que é Patrimônio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
2. uma cabeça de Rosária Trotta, mãe de Frederico Trotta, militar e político brasileiro
Publicidade
3. uma estátua de uma criança em homenagem a Álvaro Dias, professor da Igreja Presbiteriana
4. uma placa de bronze