Ex-gerente do tráfico do Morro do Estado com quase 30 anotações criminais é preso

Alex da Silva Júlio, o Lequinho Capeta, já foi atuado por homicídio, tráfico e associação para o tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa, extorsão e roubo

Por O Dia

Lequinho Capeta e comparsas do Morro do Estado
Lequinho Capeta e comparsas do Morro do Estado -
Rio - Policiais da 76ª DP (Niterói) prenderam, neste domingo, um homem apontado como o ex-gerente geral do tráfico de drogas do Morro do Estado, que fica no município da Região Metropolitana. Alex da Silva Júlio, conhecido como Lequinho Capeta, de 31 anos, tem 29 anotações criminais, dentre eles, por homicídio, tráfico e associação para o tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa, extorsão e roubo.
De acordo com o delegado Luiz Henrique Marques, titular da 76ª DP, Lequinho Capeta foi capturado por volta da 1h de ontem, quando deixava o Morro do Estado pela Rua da Conceição. Ele foi encontrado após o setor de inteligência da distrital descobrir que traficantes da região iriam fazer um evento em comemoração ao aniversário do chefe do tráfico local, Márcio Santos de Lima, o Mosquito, 36, que faz parte da facção Terceiro Comando Puro (TCP).
Contra Lequinho Capeta havia um mandado de prisão preventiva em aberto por roubo majorado (quando há uso de violência), após investigação da 76ª DP. O crime aconteceu em um bar da Rua Coronel Gomes Machado no Carnaval deste ano (confira no vídeo abaixo).
Ainda segundo o delegado, Lequinho Capeta foi um dos líderes da quadrilha que domina o Morro do Estado de 2010 a 2013. Ele era o homem de confiança do então chefe do bando local, Wallace Araújo Torres, o Anão, que foi preso em 2013. 
Quando foi gerente do tráfico do Morro do Estado, Lequinho Capeta comandou uma onda de arrastões pelas ruas e assaltos aos restaurantes mais tradicionais de Niterói. 

Comentários