Leandro Alves Siqueira é suspeito de ter atirado contra a própria esposa, na última quarta-feira - Reprodução / Facebook
Leandro Alves Siqueira é suspeito de ter atirado contra a própria esposa, na última quarta-feiraReprodução / Facebook
Por O Dia
Rio - A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) espera ouvir nesta segunda-feira o cabo da PM Leandro Alves Siqueira, 37, suspeito de ter matado a própria esposa e ter atirado contra os sogros, na última quarta-feira. O militar estava internado no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, e recebeu alta apenas hoje.
O cabo estava preso custodiado no Heat, onde foi autuado em flagrante por feminicídio contra a esposa, Priscilla da Veiga Freitas, 31, e tentativa de homicídio contra o sogros, Valéria Vieira da Veiga, 54, e Marcelo de Almeida, 43.
Publicidade

Galeria de Fotos

Priscilla e o marido Reprodução / Facebook
Priscilla e o marido Reprodução / Facebook
Priscilla e o marido Reprodução / Facebook
Priscilla e o marido Reprodução / Facebook
Leandro Alves Siqueira é suspeito de ter atirado contra a própria esposa, na última quarta-feira Reprodução / Facebook
De acordo com testemunhas, o PM atirou na família após uma discussão e tentou tirar a própria vida. Priscilla morreu na hora e Valéria e Marcelo foram socorridos. Ela continua no Heat e ele está no Pronto Socorro Central de São Gonçalo, na Praça Zé Garoto, mesmo bairro da família. Ambos estão estáveis.
Publicidade
O caso também está sendo investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (Niterói).
"A Corregedoria da Polícia Militar segue analisando os fatos através de um Inquérito Policial Militar, que corre sob sigilo", a PM disse, em nota.