ZONA OESTE - FEIRA DE ADOÇAO - Equipe da ONG Paraíso dos Focinhos - Divulgação
ZONA OESTE - FEIRA DE ADOÇAO - Equipe da ONG Paraíso dos FocinhosDivulgação
Por Maria Clara Matturo*

Para quem está se sentindo sozinho, precisando de uma companhia ou pensando em trazer mais alegria para casa, adotar um pet pode ser uma ótima opção. Com tantos animaizinhos pelo mundo, escolher um para chamar de seu é um ato de amor. Pensando nisso, algumas ONGs têm retomado as feiras de adoção ou encontrado outras alternativas para dar um novo lar a esses companheiros. Em comemoração ao Dia Mundial dos Animais, 4 de outubro, a ONG Focinhos de Luz vai realizar uma feira no Recreio Shopping neste sábado, de 10h às 17h.

A diretora da ONG, Thaisa Calvente, contou que a retomada desses eventos tem sido motivo de euforia para a equipe: "É como se estivéssemos fazendo nossa primeira feirinha. Muita euforia envolvida no convívio com animais e voluntários. O contato com o público também é muito importante para que ele possa constatar a seriedade de nosso projeto, ver como nossos animais são bem tratados e também colaborando ao comprar produtos de nossa lojinha que ajudam nas despesas de nossos protegidos".

Durante a pandemia, muitas pessoas encontraram na adoção de animais uma saída para tornar o isolamento social menos angustiante. "Muitas pessoas ficaram sem rotina e sem contato físico com amigos e parentes. Isso levou a muitas crises de ansiedade, pânico, depressão. Como todos sabemos, o convívio com pets ajuda a melhorar as relações. Estabelecer uma rotina de cuidados com um pet ajuda como terapia, você tem horários para medicar, alimentar, higienizar etc. Sem contar a troca maravilhosa de energia positiva entre tutor e pet que nenhum terapeuta consegue substituir".

Quem estiver interessado em adotar um amigo, pode encontrar na feira cerca de doze animaizinhos disponíveis para adoção. O evento vai acontecer no Recreio Walls, espaço externo do Recreio Shopping, no dia 3 de outubro, de 10h às 17h. Para realizar a adoção, é preciso ter mais de 18 anos e apresentar uma cópia da identidade, CPF e comprovante de residência, além de passar por uma pequena entrevista.

Dicas para quem quer adotar
Publicidade
Levar um bichinho para casa não é simples e muito menos fácil. Além do processo de adaptação do animal, é preciso saber das responsabilidades que vão acompanhá-lo durante muitos anos, como alimentação, lazer e cuidados médicos. "Primeiro estar seguro que é isso mesmo que quer, que não está agindo no impulso. Animal não é objeto para ser devolvido quando o dono cansa da brincadeira", alerta Thais.
Para garantir uma adoção responsável, a diretora da ONG deu algumas dicas que podem ajudar na hora da decisão. Primeiro, é importante verificar suas condições financeiras, pois é uma vida que demandará uma certa despesa. Se se propõe a adquirir um bichinho, tem de cuidar bem: boa ração, vacinas, visitas periódicas ao veterinário. Há que se analisar ainda a disponibilidade, se tem paciência e tempo, qual a sua rotina etc. Se for adotar um cão, entenda que ele precisa gastar energia na rua independentemente do tamanho. Se for adotar filhote, entenda que, como toda criança, ele precisa ser educado e ter limites. A época de que "lugar de cachorro é no quintal e de gato na rua" já faz parte do passado. Lugar de cão e gato é dentro de casa junto à sua família humana.
Publicidade
Uma opção para não sair de casa
Publicidade
Quem está pensando em ter um amigo de quatro patas, mas não quer sair de casa, pode optar pelas feiras de adoção virtuais. A ONG Paraíso dos Focinhos, por exemplo, tem mais de um milhão de seguidores em sua página do Facebook e posta com frequência os animais que estão em busca de um lar.
"A adoção online sempre foi o nosso forte, pra gente a pandemia não fez tanta diferença nesse sentido. A diferença é que agora não podemos mais ir na casa das pessoas para olhar o local, mas pedimos fotos, vídeos, tudo para garantir que o bichinho tenha uma boa vida", garante a presidente da ONG, Hanriette Soares. Aqueles que estiverem interessados, podem entrar em contato no Facebook pelo link: https://www.facebook.com/oscipparaisodosfocinhos.
Publicidade
Você pode gostar
Comentários