Em Volta Redonda, mais de 700 empresas foram abertas no primeiro semestre, segundo dados da Jucerja

  - Divulgação
Em Volta Redonda, mais de 700 empresas foram abertas no primeiro semestre, segundo dados da Jucerja Divulgação
Por Denise Azevedo
RIO - Volta Redonda, no sul do Estado do Rio, é conhecida como a Cidade do Aço, por abrigar a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). A cidade é cortada pelo rio Paraíba do Sul, que é a principal fonte de abastecimento de água do município e também responsável pelo nome da cidade, devido a uma curva do rio.
Sua população é de 273.988 habitantes (IBGE), distribuídos em uma área de 182,105km², o que torna Volta Redonda a maior cidade da região.
Diante da pandemia da covid-19, Volta Redonda precisou passar por uma reestruturação na área da Saúde, para prestar o atendimento aos casos confirmados da doença e também se adequar às normas de segurança para que as atividades econômicas retornassem no município.
E são justamente essas as duas maiores preocupações dos eleitores da cidade: saúde e economia.
De acordo com a atual administração municipal, na área da Saúde, o Centro Municipal de Saúde de Volta Redonda já está em funcionamento e disponibiliza serviço ambulatorial com 12 especialistas. Com isso, os hospitais São João Batista e do Retiro ficaram liberados para a realização de cirurgias eletivas, segundo a prefeitura local.
Atualmente, a cidade vive também a retomada das atividades econômicas, e isso acontece dentro dos limites estabelecidos em eixos acordados com o Ministério Público. Entre as metas que garantem a flexibilização estão: o uso obrigatório de máscaras em locais públicos e a baixa taxa de ocupação dos leitos de UTI, da rede municipal, e do hospital de campanha.


OS CANDIDATOS

Alex Martins (PSB)
Natural de Volta Redonda, filho de operário aposentado. Formado em Direito, mestre em direitos sociais. É Professor de Direitos humanos e direito público, Advogado trabalhista. Foi presidente da OAB Volta Redonda por três vezes.

Baltazar (PSD)
Médico e professor. Foi eleito prefeito de Volta Redonda em 1992. Foi também vereador. Elegeu-se deputado federal nas eleições de 1998, com 99.633 votos, e se reelegeu em 2002. Como deputado participou da CPMI do Mensalão, da CPI do Tráfico de Armas e foi relator na CPI do Narcotráfico.

Benevenuto (Avante)
Advogado e professor universitário. Especialista em Direitos Fundamentais. Mestre em Direito e Economia, com ênfase em federalismo e saneamento ambiental. Pesquisador na área de administração pública, saneamento e meio ambiente e artigos científicos disponíveis na internet.

Cida Diogo (PT)
Médica, pós-graduada em medicina do trabalho. Foi secretária municipal de saúde e vice-prefeita de Volta Redonda. Cida Diogo também foi deputada estadual e no ano de 2006, foi eleita deputada federal, com 70.540 votos pelo PT-RJ.

Dayse Penna (PROS)
Graduada em Administração. Foi secretária municipal de Políticas para Mulheres Idosos e Direitos Humanos de Volta Redonda. Ex-secretária do Conselho Comunitário de Segurança e foi presidente do Núcleo de Ação Comunitária de Volta Redonda.

Evandro Glória (Cidadania)
Empresário. Foi presidente do Fórum das Entidades Empresariais de Volta Redonda. Também foi escolhido como Diretor de Desenvolvimento Econômico e Tributário da Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade.

Granato (Solidariedade)
Empresário. Formado em Contabilidade e Direito. Granato é vereador, foi reeleito por cinco vezes. Também já foi secretário municipal de obras de Volta Redonda.

Hermiton (Republicanos)
Empresário no ramo imobiliário. É Engenheiro Metalúrgico, e também Analista de Sistemas. Possui MBA em Gestão de Negócios. E foi um dos fundadores do movimento Vem Pra Direita.

Juliana Carvalho (PSOL)
Professora. Mestre em Ensino de História. Tem 35 anos, mãe de 2 filhos. Participa do movimento negro, estudantil e sindical desde os 17 anos. Apresenta-se na luta anticapitalista, antirracista, antimachista e antilgbtfobica.

Luiz Eugênio (PCO)
Metalúrgico. Militante sindical e coordenador do ‘Luta Metalúrgica’. Integrante da coordenação do PCO em Volta Redonda. Foi candidato a Governador do Rio de Janeiro nas eleições de 2018. E pela primeira vez se lança candidato a prefeito.

Mônica Teixeira (PSTU)
Professora, pós-graduada em História. Começou sua militância política na cidade lutando a favor das Diretas Já! para a presidência da República. Depois passou a fazer parte da Convergência Socialista onde participou de vários movimentos, entre eles, a privatização da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional).

Neto (DEM)
Foi prefeito de Volta Redonda por quatro vezes. O primeiro prefeito nascido na cidade a assumir o cargo. Assumiu diversas funções na administração do Estado do Rio, entre elas, a presidência do Departamento Estadual de Trânsito, o Detran.

Professor Habibe (PCdoB)
Professor. Engenheiro mecânico e também empresário do setor de metalmecânica. Foi reitor de uma universidade de Volta Redonda. É mestre em educação, mestre em engenharia de materiais e doutor em engenharia metalúrgica.

Samuca Silva (PSC)
Atual prefeito da cidade, eleito em outubro de 2016, no segundo turno, com 89.055 votos. É especialista em finanças e formado em contabilidade. Ele já atuou profissionalmente como gerente bancário e professor universitário. É autor do livro “Controladoria na Administração Pública”.