Laboratório do Rio oferece teste que indica imunidade à covid-19

Avaliação utiliza estudo de proteína S1 com 100% de sensibilidade e especificidade

Por O Dia , O Dia

-
RIO - Pacientes que já contraíram a covid-19 agora podem realizar testagem para identificar se desenvolveram ou não imunidade para a doença. Alguns institutos laboratoriais já começaram a realizar a análise, mas o Lach, Laboratório e Clínica, na Zona Sul do Rio, é o primeiro do estado a detectar a possibilidade de imunização. Nessa testagem, especialistas utilizam a proteína S1, presente na composição do Sars-CoV-2, e relatam que o teste possui 100% de sensibilidade e especificidade.
"Cerca de 70% dos pacientes apresentou S1 positivo, ou seja, imunidade para a covid-19, em algum momento. Mais de 10 mil testes já foram realizados até o momento", afirma Joana Bion, chefe do setor de análise clínica do laboratório. Ainda segundo ela, algumas pessoas expostas ao vírus conseguiram adquirir a imunidade de forma comunitária, fator que traz bons indicativos para a confecção vacinal.
Ainda não é possível, contudo, determinar a duração da imunidade, dado que o grau de mutabilidade dos vírus varia de doença para doença. A criação de anticorpos, entretanto, não significa a erradicação do vírus e, consequentemente, não deve haver o relaxamento de medidas de distanciamento social e de higiene para evitar a propagação da covid-19. Bion ressalta que, mesmo sem apresentar sintomas claros da doença, qualquer pessoa contaminada pode ser um vetor de propagação. 




Comentários