Caso aconteceu na Rua Aires Saldanha, próximo à esquina da Rua Djalma Ulrich, em Copacabana, na Zona Sul do Rio - Reprodução
Caso aconteceu na Rua Aires Saldanha, próximo à esquina da Rua Djalma Ulrich, em Copacabana, na Zona Sul do RioReprodução
Por O Dia
Publicado 13/10/2020 08:36 | Atualizado há 3 dias
Rio - O homem que jogou um botijão de gás pela janela e matou uma pessoa na segunda-feira responderá pelo crime de homicídio doloso (quando há intenção de matar). Venilson da Silva Souza, 33 anos, foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira. A perícia foi feita no local. O corpo da vítima foi encaminhado para identificação no IML do Centro.
Conforme informações, Venilson da Silva Souza teve um surto e começou a jogar objetos pela janela do último andar do prédio em que mora, na Rua Aires Saldanha, próximo à esquina da Rua Djalma Ulrich, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Entre eles um pedaço de fogão, e, posteriormente, o botijão que atingiu a vítima. Venilson passava por um tratamento e já tinha apresentado outros episódios de transtornos psicológicos.
Publicidade
Testemunhas informaram ao DIA que a vítima trabalhava nas ruas vendendo frutas e seria moradora do Pavão-Pavãozinho, mas ainda não há confirmação da polícia. 'Tronco', como era conhecido em Copacabana, estaria sentado ao lado de uma banca de jornal, em frente à saída dos fundos do edifício quando foi atingido na cabeça pelo botijão de gás. Um vídeo enviado ao WhatsApp do DIA (98762-8248) mostra o corpo do homem na calçada, com o botijão encostado em um carro no meio fio. As imagens não serão publicadas em respeito à vítima.
De acordo com a Polícia Militar, equipes do 19º BPM (Copacabana) foram acionados para verificar a ocorrência no bairro e encontraram o corpo da vítima no local. Os PMs acionaram o Corpo de Bombeiros às 15h37, e os militares constataram a morte de 'Tronco'. O preso foi conduzido para a 13ª DP (Ipanema).
Publicidade
Em nota, a Guarda Municipal informou que agentes do Grupamento de Operações de Praia foram acionados para ocorrência na Rua Aires Saldanha, esquina com Rua Djalma Urich, na tarde desta segunda-feira, e atuaram na orientação do trânsito durante a saída da ambulância do local. Agentes da Delegacia de Homicídios (DH) realizaram perícia no local e o corpo da vítima foi encaminhado para identificação no Instituto Médico Legal (IML) do Centro.
Procurada, a Polícia Civil ainda não informou se Venilson foi encaminhado ao sistema prisional.