Candidata à Prefeitura do Rio pelo PSOL, Renata Souza, fazendo campanha em Bonsucesso - Divulgação
Candidata à Prefeitura do Rio pelo PSOL, Renata Souza, fazendo campanha em BonsucessoDivulgação
Por O Dia
A candidata à Prefeitura do Rio pelo PSOL, Renata Souza, fez caminhada, na manhã desta terça-feira, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio. Nos arredores da Praça das Nações, a candidata distribuiu folhetos com propostas de governo e conversou com eleitores sobre a Renda Básica Carioca, umas de suas prioridades, caso seja eleita.

De acordo com Renata Souza, o projeto Renda Básica Carioca vai garantir até meio salário mínimo por mês para as 200 mil famílias mais pobres. "Não é caridade, é política de desenvolvimento para combater a extrema pobreza. De cada 1 real gasto por quem recebe o auxílio, metade volta para os cofres públicos em tributos. Ou seja, a renda básica movimenta a economia e também ajuda a superar desigualdades, ainda mais com o fim do auxílio do governo federal em dezembro“, garantiu Renata. 

Segundo a candidata, o Renda Básica Carioca é um auxílio financeiro permanente às famílias mais pobres da cidade, tendo como objetivo consolidar uma política estrutural de transferência de renda voltada para a erradicação da extrema pobreza e a superação das desigualdades urbanas. O auxílio financeiro terá como parâmetro de valor até meio salário mínimo por família, variando conforme o número de crianças e se há pessoa com deficiência ou idosos no núcleo familiar. O programa em sua fase inicial terá custo de R$1,2 bilhão de reais.

Renata Souza afirmou que será construído um plano de expansão progressiva do benefício para um número maior de famílias, conforme a necessidade e o aumento da arrecadação. Os recursos virão do plano de recuperação do caixa da prefeitura que está no programa da candidata.