De janeiro a outubro de 2010, os gastos com a unidade chegaram a R$ 218 milhões contra R$ 131 milhões em 2020 - Reginaldo Pimenta
De janeiro a outubro de 2010, os gastos com a unidade chegaram a R$ 218 milhões contra R$ 131 milhões em 2020Reginaldo Pimenta
Por O Dia
Rio - A Polícia Federal do Rio informou, por meio de nota nesta quinta-feira, que a perícia no Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte, só será realizada após liberação do local pelo Corpo de Bombeiros. Ainda segundo a nota, a previsão do término do processo de rescaldo é para esta sexta-feira (30).
Publicidade
Na quarta-feira (28), o médico clínico Júlio Noronha, diretor do corpo clínico do HFB, contou que o diretor da unidade se reuniu com a Polícia Federal após os agentes não conseguirem realizar uma perícia no local. "A Polícia Federal não conseguiu fazer a perícia, porque o Corpo de Bombeiros não liberou a entrada. Segundo os militares, ainda está quente o local. Existe uma fumaça preta que impede a perícia".
O INCÊNDIO 
Publicidade
Um incêndio atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira. Por causa das chamas, pacientes foram retirados às pressas do prédio 1. Bombeiros de 13 unidades atuaram no local. 
De acordo com o Corpo de Bombeiros, agentes do quartel do Fundão foram acionados às 9h50 para a ocorrência. No local, houve movimentação intensa de ambulâncias para fazer transferências de pacientes e de funcionários que carregavam equipamentos, e estruturas como sofás.
Publicidade
O edifício atingido pelo foi incêndio foi o prédio 1, onde ficam as enfermarias e são realizados exames de imagem. O fogo começou no subsolo do pavilhão e atingiu o almoxarifado, onde fraldas ficam guardadas. Ainda não há informações sobre a causa do incidente. Ao todo, 192 pacientes foram transferidos, 37 receberam alta e quatro morreram, um deles em decorrência de uma grave doença.