Pacientes são retirados de prédio no dia do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso - Reginaldo Pimenta
Pacientes são retirados de prédio no dia do incêndio no Hospital Federal de BonsucessoReginaldo Pimenta
Por O Dia
Rio - A Defesa Civil vai fazer uma vistoria no Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), na Zona Norte do Rio, nesta sexta-feira. O Corpo de Bombeiros terminou o trabalho de rescaldo do incêndio que atingiu a unidade de saúde, na manhã de terça-feira. 
De acordo com a Defesa Civil, nesta quinta-feira, foi realizada apenas a vistoria de uma determinada área a pedido dos bombeiros, gerando a interdição do local. Nas demais áreas da unidade, fora do alcance do sinistro, não cabe análise de risco estrutural pelo órgão.
Publicidade
Peritos da Polícia Federal (PF) já chegaram no hospital para acompanhar trabalho da empresa, contratada pelo HFB, que fará o escoramento de parte do prédio. Após a conclusão do escoramento, a realização da perícia pela PF terá início imediatamente.
As consultas e exames foram suspensos. De acordo com o HFB, funcionários vão entrar em contato com os pacientes que estavam agendados para remarcar os atendimentos. Por causa do incêndio, os pacientes que estavam nos prédios 1 e 2 foram transferidos para outras unidades. 
Publicidade
O INCÊNDIO
Um incêndio atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira. Por causa das chamas, pacientes foram retirados às pressas do prédio 1. Bombeiros de 13 unidades atuaram no local.
Publicidade
De acordo com o Corpo de Bombeiros, agentes do quartel do Fundão foram acionados às 9h50 para a ocorrência. No local, houve movimentação intensa de ambulâncias para fazer transferências de pacientes e de funcionários que carregavam equipamentos, e estruturas como sofás.
O edifício atingido pelo foi incêndio foi o prédio 1, onde ficam as enfermarias e são realizados exames de imagem. O fogo começou no subsolo do pavilhão e atingiu o almoxarifado, onde fraldas ficam guardadas.
Publicidade
Ainda não há informações sobre a causa do incidente. Ao todo, 192 pacientes foram transferidos, 37 receberam alta e quatro morreram, um deles em decorrência de uma grave doença.